A Season 1 do Hero Academia RPG teve início! Você ainda não viu? Dê uma olhada clicando aqui!

1. PLUS ULTRA!
Olá herói! Ou seria você um vilão!? Bom, não importa, de qualquer modo você é bem vindo para juntar-se à nós! O Hero Academia RPG é um roleplaying game (jogo de interpretação) baseado na série Boku No Hero Academia escrita por Kōhei Horikoshi e publicada semanalmente na Shonen Jump. Aqui, você jogador poderá interpretar heróis, vilões e até mesmo assistentes, se assim for do seu desejo. Nosso foco é a diversão de todos os jogadores, ainda que tenhamos um sistema sólido de regras que devem ser lidas atentamente por cada um. Então, está esperando o que!?
BEM-VINDO!
Pages: (4) 1 2 3 ... Last » ( Go to first unread post )
RESPONDER
NOVO TÓPICO
NOVA ENQUETE

 Quase primeiro dia
HeróiLEVEL 3

Void

17 Anos

jogado por:

Aloy

criado em:

18/01/2017

posts in-game:

231

Quote POST LINK Apr 8 2018, 12:51 AM -
[ Pelo que entendi você quer realizar o teste da UA né? =3 Para entrar na escola e talz? ^.^ pode me corrigir se estiver errada, also eu to sempre no discord como Aloy lá! ... De qualquer forma eu só to confirmando porque você pode COMEÇAR já como aluno na UA, a maioria fez isso, as eu acho muito legal passar pelo teste para ser sincera XD ... de qualquer forma, se eu tiver entendido errado só falar comigo e eu mudo o primeiro post]

Havia certa tensão no ar. Os possíveis futuros alunos subiam as escadas para o enorme complexo. Uma cúpula redonda se estendia diante de Joseph. Alta e grande era difícil contabilizar quantas pessoas poderiam caber ali dentro. Possivelmente até mesmo uma parte da cidade. Nada de novidade para aqueles que conheciam os seus testes e a sua, digamos, extravagancia.



UA, sem dúvidas, não era conhecida conhecia por poupar recursos. Logo após a entrada os participantes eram direcionados para uma sala de cor bege e ampla. No centro um enorme monitor, ainda apagado. A maioria dos participantes parecia se reunir ali e esperar pelas próximas instruções. Havia um nervosismo crescente, é claro. A luz ofuscante do espaço parecia aumentar o calor lá dentro. Os participantes eram só diferenciados por um enorme nume estampado na camiseta em letras grandes e de cor preta. Ele tinha um é claro, 158. Ele podia ver números maiores desfiando casualmente pelo espaço. 170, 203, 368? Os números diziam como sua competição era grande.

Os competidores estavam espalhados e se juntavam em alguns grupos jogando conversa fora. Fora isso, alguns guardas estavam localizados no que provavelmente seriam as entradas para as provas que viriam a seguir. Três enormes portas. Pela largura de cada uma delas Joseph tinha certeza que pelo menos dez pessoas ali poderiam passar lado a lado. O que era bom, considerando a quantidade de gente.

Uma ruiva se aproximou dele oferecendo um sorriso simpático. O melhor que conseguia fazer.



- Nervoso? - Ela tinha o mesmo tipo de número em sua camiseta que ele: 113. A roupa de competição era a mesma para todo mundo. Um traje simples com os números expostos a frente e atrás. Provavelmente para evitar vantagens injustas a qualquer jogador. A roupa dela tinha aquele tom azul claro chamativo, mas justo ao corpo sem dúvidas davam uma boa ideia do quem ela era por baixo daquela roupa. Coxas grandes, cintura fina, uma comissão de frente chamativa. Ela sorria para ele e Joseph tinha dúvidas em distinguir se era um sorriso amigável ou um desafio escondido por baixo dos lábios dobrados. - Qual seu nome? Ou devo chama-lo de senhor 158? -
Symbiotic Armor
Extraordinário
Transformação
Post #5647

Galliard

"Destino é para os fracos de vontade"

16 Anos

jogado por:

Joe'

criado em:

04/04/2018

posts in-game:

22

Quote POST LINK Apr 8 2018, 06:36 AM -
such a myriad ofstars
tinha que admitir, o número de concorrentes era muito além do esperado. então é assim que tem que ser? francamente. seus olhos passeavam por aquela imensidão de participantes com bastante cautela, ainda que muito cedo para qualquer tomada de nota sentia ser fundamental ter as rédeas sob seu controle desde os preparativos, para ti momentos prévios como aquele só serviam para uma única coisa que com certeza não era bater papo. Seus braços se cruzavam a frente do peito na tentativa de mudar um pouco sua posturar, evitando que a monotonia de seus movimentos assim como uma estatua que atrai pombos, atraísse olhares tão analíticos quanto o seu, era sem dúvida uma maneira bastante efetiva e confiável de se neutralizar em meio a uma quantidade considerável de pessoas, provavelmente seria mais que o necessário para que nada atrapalhasse sua tomada de notas gerando em si uma sensação de controle e conformidade, até mesmo quase deixara escapar um raro sorriso de motivações duvidosas em seu rosto, uma falha grave em seus parâmetros que em um descuido possa ter-lhe trago o indesejável, ainda que não tenha chegado as vias de fato da expressão.

Uma garota de sorriso aberto ameaçava uma aproximação de início puramente simpática em sua direção. droga, será que sorri sem perceber? lamentava em seus pensamentos mais profundos enquanto a recebia sem escolhas adversas. –Prefiro chamar de ansiedade. - Respondia ainda um pouco retraído, não imaginava que uma situação claramente calculável poderia lhe abater tanto, ou quem sabe fosse apenas a inexperiência com mulheres falando alto. Seus preparativos já não poderiam ser como planejado, uma vez que dispensar a interação com a ruiva poderia colocar-lo em uma posição muito diferenciada com relação aos tantos grupos que se formavam com a mesma finalidade, chamar atenção desnecessária não era algo que lhe agradava muito e não seria hoje que mudaria suas raízes assim tão de repente. –Galliard, e você é..? - Uma boa olhada da cabeça aos pés à moça fora lhe direcionada junto a indagação, não detinha malícia ainda que percebera suas curvas notórias junto ao ar duvidoso no sorriso que a acompanhava, já que se apresentara assim tão disposta a interagir por que não voltar seu senso analítico à própria moça? Só para "não perder viagem", como costumava dizer.

@JOSEPH
suas expressões e facetas não são das mais convidativas para um diálogo, ainda assim alguém demonstrara interesse em si, seria uma pessoa tão analítica quanto ele ou apenas uma reles curiosa?


OFF: É exatamente isso, achei que um prólogo com o teste ficaria interessante e divertido de início xD Agradeço pela narração.

This post has been edited by Joe': Apr 8 2018, 06:41 AM
Animal-G
Superior
Transformação
Post #5653
HeróiLEVEL 3

Void

17 Anos

jogado por:

Aloy

criado em:

18/01/2017

posts in-game:

231

Quote POST LINK Apr 8 2018, 05:23 PM -
Ele vasculhou os participantes. As idades variavam, mas não existia uma diferença gritante. Um dos meninos em um grupo mais afastado criou pequenas bolas de fogo azul fazendo-as saltitar pelo ar em um jogo de malabarismo. Ele as lançava, pegava e arrastava pelos dedos com experiencia de um profissional e uma menina, logo em frente, aplaudiu enquanto um terceiro - alguém com obvia quirk de mutação - meneava a cabeça em sinal negativo. Alguns pareciam se conhecer, acenando as mãos para o alto, gritando por nomes e se juntando em grupos. Outros pareciam mais hesitantes, os olhares nervosos vasculhando o restante dos participantes enquanto buscavam um grupo ao qual pudessem se encaixar. Havia ainda os que tinha a aparência levemente miserável, encolhidos e afastados tentando passar desapercebido e engolir o nervosismo e, aqueles que seriam o contrário, exibindo o peito inflado e desfilando por ai como se fosse um desfile.

Dos mais confiantes aos mais cabisbaixos o salão se enchia com as vozes reverberando pelas paredes densas.

QUOTE
–Galliard, e você é..? -


- Annabele - A escola da UA ficava em algum lugar próximo a Tokyo. O nome não Japones dizia a Galliard que ela vinha de fora. Isso ou tinha inventado um nome só para a ocasião, mas não faria muito sentido, certo? Porque inventar um nome falso para uma bobagens como aquela. Se ela percebeu que ele estava dando uma checada simples não pareceu achar ruim, mas o que fez em seguida foi dar uma volta ao seu redor parecendo analisa-lo. - Bom, bom, muito bom - Tinha a mão no queixo como quem analisa uma obra de arte. Ela parou um segundo atrás dele. - Olha só, você tem um belo de um bumbum - Então o tapa. Um singelo, amigável e totalmente invasivo. Tapa. Ela tinha um largo e completo sorriso cretino nos lábios. O olhar piscou de uma maneira inocente falsa.

Um singelo toque de recolher reverberou pelo local e os monitores acenderam. Uma música simples tocou enquanto letras coloridas saltavam do monitor. Milhares de cabeças se viraram para observar as palavras seguintes e a explicação da prova.



"BEM VINDOS FUTUROS ALUNOS DA UA. Esse ano temos um desafio interessante aos novos futuros integrantes de nossa escola. Todos sabem que trabalho em equipe é importante no ramo de heroi. Pensando nisso nosso teste hoje será realizado com um TRABALHO EM EQUIPE" As ultimas palavras brilharam mais fortemente e pequenos fogos explodiram na tela. "Fique atento ao número de sua dupla" e os números rodaram na tela. Parecia um sorteio "1" apareceu gigante e o número ao seu lado rodou descontrolado "103". "2", novamente o numero ao seu lado rodou rapidamente "54". Os números desciam e reapareciam em uma tela menor em baixo aonde os alunos podiam conferir os números já sorteados. O maior monitor se dividiu em oito partes diferentes. Cada um sorteando números diferentes para agilizar o processo e outros monitores na lateral acenderam explicando o que deveriam fazer em seguida.

"Depois de encontrar a sua dupla deve pegar uma das cordas oferecidas pela equipe". Do chão, pequenas plataformas se desprenderam e subiram. Havia uma corda um tanto estranha pendurada nela. Algumas pessoas começavam a pegar uma. "E amarrar a sua pena direita com a esquerda da sua dupla...".

Ele via que alguns já tinham começado os preparativos. Testando o próprio equilíbrio. De longe, na tela grande, ele viu seu número brilhar. "158". Os números ao seu lado rodaram rapidamente e...."113".

- Ohhhh.. bonitão, parece que está preso comigo - Ela sorriu, mas não pareceu realmente amigável. Se fossem animais aquele seria um sorriso de um predador para sua próxima presa. - É melhor você ser bom -
Symbiotic Armor
Extraordinário
Transformação
Post #5663

Galliard

"Destino é para os fracos de vontade"

16 Anos

jogado por:

Joe'

criado em:

04/04/2018

posts in-game:

22

Quote POST LINK Apr 9 2018, 02:11 AM -
such a myriad ofstars

Peculiaridades chamativas e uma companhia um tanto inesperada. o que podia dar errado? seu pensamento viajava um pouco longe dali, não só o nome pouco convencional da moça mas também suas características físicas fizeram-lhe adentrar a um breve estado de reflexão, ela parecia corresponder a análise física de uma maneira menos discreta rodeando-o enquanto expressava em voz alta suas observações, se importar muito com aquilo não parecia justo em vista que quando tivera sua vez não fora interrompido, só lhe restara aceitar ainda que as coisas chegassem a um nível de intimidade bastante avançado para poucos segundos de diálogo. –O q-que você pensa que..! - Se expressava em meias palavras com um olhar de surpresa e indignação, o sorriso cretino ostentado pelos lábios avermelhados lhe transmitia o tamanho de sua ousadia, era melhor manter-se atento a seus passos ainda que distancia não fosse uma má ideia.

user posted image

O soar de um cântico ambiente ressoou junto a iluminação do grande monitor que no final das contas tivera sua função ali, parecia que as coisas enfim teriam início com uma breve mensagem de boas vindas logo antes do anúncio. –Trabalho em equipe... Saco. - A insatisfação transparecia em seus pensamentos, se essa não fosse sua qualidade menos desenvolvida com certeza estava entre as piores, pelo menos nem tudo estava perdido, só precisava que seu acompanhante fosse minimamente útil ou pelo menos submisso o bastante para seguir suas instruções, tudo sob controle certo? Errado! Pois mais uma vez a ruiva se mostrava uma pedra em seu sapato. –Só pode ser brincadeira... - Comentava encarando aos monitores como um criminoso diante do juiz que decretara sua sentença. Ok, imprevistos existiam e aconteciam a todo instante, as coisas nem sempre caminhariam como ele bem entendesse e isso era algo que conseguia compreender, julgar um livro pela capa na maioria das vezes era algo bastante insensato e precisava ao máximo evitar isso. –Eu digo o mesmo, pois não pense que irei te carregar até o fim do teste. - De uma maneira menos ofensiva ele respondia a intimidação da garota encarando-a, quem sabe o ditado não estaria certo e os opostos realmente se atraiam de alguma maneira, esperava que fosse uma parceria benéfica ou poderia estar colocando tudo a perder.

Alguns paços objetivos lhe separaram de sua dupla por poucos segundos antes que regressasse com a tal corda em mãos, seu olhar se voltou rapidamente ao dela antes que indagasse. –Qual é a sua perna boa? Sou ambidestro então não faz diferença para mim, e minha peculiaridade não esta diretamente ligada a meus membros inferiores, a propósito seria prudente sabermos a peculiaridade um do outro, como disse meu nome primeiro você começa. - Enquanto à escutava buscaria se posicionar ao seu lado para que obtivesse a partir da medida de seus ombros a diferença de altura de suas estaturas, com base nisso poderia imaginar qual o melhor ponto de suas pernas para se prenderem, no final das contas optara por um pouco acima dos joelhos assim limitaria ao mínimo sua mobilidade em troca de um pouco menos de espaço entre seus corpos. –Bom, eu tenho a capacidade de recriar as habilidades naturais de qualquer animal existente, não é uma peculiaridade cheia de extravagâncias mas sem dúvida é bastante completa, se trabalharmos juntos com certeza superaremos os outros. - Deixar sua convicção transparecer não parecia algo que viesse a comprometer sua parceria com Annabele de alguma maneira, afinal ela parecia tão disposta a alcançar seus objetivos quanto.

@JOSEPH
um teste em equipe junto a uma louca impulsiva, o que pode dar certo errado?
Animal-G
Superior
Transformação
Post #5688
HeróiLEVEL 3

Void

17 Anos

jogado por:

Aloy

criado em:

18/01/2017

posts in-game:

231

Quote POST LINK Apr 9 2018, 03:34 AM -
[AHHAHAHA... adorei a antipatia do seu char <3 ... espero que realmente se divirta com a narração e qualquer sugestão/crítica só falar comigo =3]

QUOTE
–O q-que você pensa que..! -


A sua surpresa só alimentou aquele sorriso babaca em seu rosto que pareceu se alargar instantaneamente. O olhar se comprimiu um segundo em um desafio silencioso. "Vamos, me teste". Ele seria expulso dos testes se arranjasse briga antes mesmo de tudo começar? Os números rodavam loucamente e o homem já reclamava do trabalho. Com aquela personalidade ácida e descontente era meio evidente que havia um problema relacionado a sua falta de tato e cooperação.

QUOTE
–Eu digo o mesmo, pois não pense que irei te carregar até o fim do teste. -




- Não se preocupe amor, eu não sou só esse corpinho bonito - Ofensivo, não ofensivo. Não parecia fazer diferença para Annabele que ainda sustentava aquele sorriso jocoso nos lábios. Ela apoiou a mão em uma cintura enquanto ainda o encarava. Estava levando aquilo a sério ou para ela era uma brincadeira? Talvez Annabele só fosse confiante de mais em suas próprias habilidades.

- A pena direita é a melhor - Então ele disse sobre as peculiaridades, implicando que ela começasse primeiro. Abriu a boca em um formato de "O" e uma expressão de choque teatral e sarcástica. - Um nome pelo funcionamento de uma quirk? Troca justa... - Deixou as palavras escaparem por entre os dentes dando a impressão que sibilava, mas não havia muito o que fazer referente a lógica. Ele estava certo: quanto mais soubessem um do outro melhor podiam cooperar. - Eu manipulo roupas - (Eu rolei random o super poder http://files.jcink.net/uploads/heroacademiarpg/Emotes/what.png ) Ela estralou a língua no céu da boca fazendo um "bloq" característico. - Sim, simples como isso que você está pensando... manipulo e moldo quase qualquer tipo de material... como algodão - Ela levantou um dedo em aviso antes que ele pudesse reclamar de sua individualidade. - Se você rir ou reclamar vai passar o resto da competição de cueca.... - E então um largo sorriso quando ela pareceu pensar na possibilidade, ou mesmo imagina-lo naquela situação. Inclino-se para frente invadindo seu espaço pessoal. Os dedos subiram pelo pelo seu corpo. Ela imitava o caminhar de uma pessoa usando dois dedos, fazendo aquelas pernas ambulantes subirem por sua barriga até o final do seu peito. O olhar malicioso. - Eu ficaria distraída de mais com você semi nu amarrado ao meu lado pensando nas possibilidades - Suspirou sonhadora. Louca, definitivamente.

Ele media a diferença de tamanho. Annabele era só um pouco mais baixa do que eles. Ele se posicionou e começou a juntar as pernas e a amarrá-las, pode perceber que na ponta da corda havia um fecho simples que ajudava a prender, melhor do que só um nó. Possivelmente feito para aqueles que não sabiam fazer um nó de verdade. Presos, juntos e preparados eles só tiveram que esperar mais um instante. Quando o alarme soou as TVs passaram mais informações. Os competidores deviam seguir adiante. Eles passaram pelas portas enormes e foi um bom momento para praticarem o andar, embora Annabele dissesse que era melhor seguir o rimo dela do que o dele. Como uma clássica mandona. A sala que se encontravam era tão grande quanto a primeira, os competidores pareciam ter entrado nas três grandes portas e se espalhado em grupos menores ao acaso. A sala era grande, mas menor do que a primeira. Apenas uma grande porta de metal se estendia ao final, cobrindo toda a extensão do outro lado da parede. Um monitor superior se acendeu e a porta por onde eles tinham vindo se fecharam.

"ESPERO QUE ESTEJAM PREPARADOS PARA O NOSSO QUERIDO TESTE. DEPOIS DESSA PORTA VOCÊS ENCONTRAM UM MARAVILHOSO LABIRINTO. O OBJETIVO É CLARO É CHEGAR DO OUTRO LADO. AS ÚNICAS REGRAS É: SE VOCÊ SE SOLTAR DO SEU COMPANHEIRO SERÁ DESCLASSIFICADO. GANHAM AQUELES QUE CHEGAREM PRIMEIRO. BOA SORTE"

Um ultimo aviso. Havia pouca informação. Eles estariam sendo vagos de proposito? Um enorme labirinto. Sem regras. Precisavam chegar primeiro ao outro lado e... teriam armadilhas espalhadas? Ele estava preso a ela. Claro. Annabele, uma completa estranha, podia fazer toda a diferença entre um futuro promissor ou ... o que? Atendente de MC Donalds? As portas do final se abriram depois um sino alto. A palavra "GOOOOOOOOO" apareceu no telão. Ele via um largo corredor e ao final dele grossas paredes se erguiam, o começo do labirinto é claro. Os alunos correram e se amassaram no corredor, pequeno de mais para comportar tanta gente que tentava passar no desespero. O homem logo se viu esmagado entre uma multidão de adolescentes, todos se espremendo e tentando passar ao mesmo tempo. Annabele estava ali ao seu lado. Sendo apertada contra ele e mais meia duzia de crianças. Todos tentando chegar primeiro as paredes do labirinto e conseguir alguma vantagem. - Esse é literalmente meu inferno pessoal!!!! -
Symbiotic Armor
Extraordinário
Transformação
Post #5690

Galliard

"Destino é para os fracos de vontade"

16 Anos

jogado por:

Joe'

criado em:

04/04/2018

posts in-game:

22

Quote POST LINK Apr 9 2018, 05:45 PM -
such a myriad ofstars

Duas peculiaridades completamente distintas combinadas em um labirinto. inovar com certeza era a palavra chave ali.quando mais novo julgava sua quirk uma habilidade que pouco se encaixava nos padrões de heróis grandiosos, por sorte o amadurecimento desse pensamento lhe fizera compreender que a importância de uma peculiaridade não está em quanto ela pode ser chamativa e sim em quão funcional essa é, porém existem limites para tudo. –Essa é uma das peculiaridades mais inúteis que já vi na minha vida. - Ainda que avisado ele usava o abrigo pessoal que era sua mente para expressar sua tão presente insatisfação, precisava tomar cuidado para não passar esse mesmo sentimento através de suas mil e uma facetas, até porque a punição para zombaria já fora dada e essa não parecia nem um pouco divertida, pelo menos para ele. –Para com isso, você é maluca. - Desviava seu olhar com a face um pouco corada devido a aproximação inesperada, ela parecia não levar nada a sério, francamente.

user posted image

Um segundo alarme soou e as próximas informações foram rapidamente passadas, a mudança de ambiente era uma das solicitações em vista que as duplas já formadas precisariam seguir até uma das três grandes portas no salão, alguns passos de início atrapalhados até que decidissem quem ditaria o ritmo (Annabele para variar...) e lá estariam eles no novo cômodo, um pouco menor de fato mas ainda assim espaçoso. Um novo monitor se ascendera trazendo a tona o verdadeiro desafio. –Um labirinto repleto de pessoas com habilidades extraordinárias livres para utilizá-las como bem entender, cade a pegadinha? - Seus pensamentos funcionavam a todo vapor matutando mediante a liberdade excessiva do teste, se a única regra era não se separar da sua dupla significava que a margem de possibilidades era gigantesca, parecia bom demais pra ser verdade. –Annabele vamos tentar... - Um terceiro sinal para que a prova realmente tivesse início, e ele fora brutalmente interrompido pela grande massa de concorrentes em debandada, parece que o corredor incapaz de comportar tantas pessoas já seria seu primeiro obstáculo.

Annabele era espremida contra si limitando em muito sua mobilidade por terra, correr mesmo que separados naquela situação não seria nada fácil, precisava encontrar um novo meio de avanço ou perderia muito tempo só naquele início. –Segure-se em mim! - Joseph vociferava à ruiva tendo o primeiro surto de ideias, se não era possível seguir caminhando por que não tentar voando? Seu cérebro em uma rápida troca de informações neurais, buscava em seus arquivos a combinação genética de uma grande ave de capacidades predatórias incríveis e um super-poder natural, a Águia coroada capaz de carregar até 8 vezes seu próprio peso durante o voo. Seu braço direito rapidamente se prenderia a cintura da garota segurando-a com firmeza no intuito de não deixá-la cair enquanto voando, o momento não pedia nada a mais do que a capacidade de voo da águia por tanto características físicas não precisariam ser exaltadas junto a sua própria aparência, fato que encurtava o tempo de concentração necessário para ostentar a tal habilidade.

Seu voo objetivo em caso de sucesso seria breve, apenas o bastante para que conseguissem superar aquele aglomerado de pessoas adentrando logo aos domínios do labirinto, um pouso suave como o cair de um floco de neve em um travesseiro se procederia para que ambos voltassem a utilizar da caminhada como seu meio de avanço. -Acharei nossa saída, apenas tente afastar aqueles que se aproximarem muito de nós de alguma maneira. - Com isso ele voltava a utilizar de sua quirk só que dessa vez adquirindo as habilidades inatas de um mamífero, o Morcego-vampiro detentor da ecolocalização, sentido capaz de mapear ambientes através da emissão e recepção de ondas sonoras e ecos produzidos pelo próprio morcego a uma frequência imperceptível ao ouvido humano.

@JOSEPH
um labirinto, peculiaridades das mais diversas e uma companhia no mínimo desconfiável amarrada a ti, o que mais esperar desse dia?


OFF: Não se preocupe, já estou me divertindo hahaha racho de rir com as ações da Annabele xD
Animal-G
Superior
Transformação
Post #5701
HeróiLEVEL 3

Void

17 Anos

jogado por:

Aloy

criado em:

18/01/2017

posts in-game:

231

Quote POST LINK Apr 9 2018, 06:54 PM -
Sabiamente ele guardou o comentário ousado sobre sua quirk em sua mente. Annabele ERA louca o suficiente para obriga-lo a desfilar com o modelito de baixo por toda a competição. Chama-la de louca só a fez sorrir mais. A sua expressão levemente corada era um deleite sem igual para a mulher que riu antes de lamber os lábios, ainda sustentando aquele olhar predatório. - São as melhores, não sabe? - Salvo pelo congo, eles começaram a se mover para a próxima sala. O tempo que tiveram de descanso ali não durou muito. Apenas o tempo para que todos os alunos se acomodassem nas sala, ou seja, não muito. Ao tempo que a porta abriu a e a multidão explodiu a paz deles se foi. Alunos se empurravam aos gritos forçando passagem.

"SEGURE EM MIM". Ele vozeirou tentando e Annabele revirou os olhos. - Não sou surda sabia? Ainda estou bem aqui ao sue lado - Mas ela fez como ele mandava e entrelaçou os braços ao redor de seu pescoço juntando os corpos de uma maneira um tanto quanto desnecessária. Ao menos ele não podia reclamar que ela não estava segura junto a ele. - Você vai me ligar no dia seguinte meu amor? - Ela piscou os olhos fingindo um ar apaixonado.

Bom, voar sem asas, era um pouco... complicado [ao menos pra mim parece XD, mas no geral é mais interpretativo]. Então ele precisou criar também as asas. O que pareceu um problema inicial em abrir e espalha-las acabou sendo uma vantagem, pois suas novas asas empurraram as pessoas para o lado e ele levantou voo. Não foi o único que teve a ideia no entanto. Ele pode ver pelo menos dois meninos diferentes correndo pela lateral das paredes evitando a maioria das pessoas e alguém começando a pegar fogo no meio da multidão. Empurrando todos para o lado enquanto correia desesperado arrasando seu companheiro de equipe. Um homem com asas prateadas sobrevoava todos e um grandalhão que parecia um rinoceronte humano investia atropelando outros companheiros. Annabele parecia surpresa com o seu súbito poder de voar e observou admirada as suas asas. - oh, isso é fantástico ... - Sua expressão mudou de repente quando uma súbita ideia passou por sua mente e ela se apertou mais contra ele. Os seios roçando contra sue peito tornavam a tarefa de se concentrar um pouco difícil enquanto inclinava-se pra frente e sussurrava em sua orelha. Os lábios tocando a sua pele junto ao hálito quente. - Quais outras partes de seu corpo você consegue mudar, hummm? - Ele podia ter ficado preso ao cara com asas maneiras. Ao menino com bolas azuis. Que tal aquele outro que passava pela lateral esticando o corpo como elástico? NÃO. Ele ficou com aquela tarada, doida, esquisita, que podia deixar ele pelado a qualquer momento. [oh, olha só, a habilidade dela nem é tão inutil assim afinal!]
- Se você pode voar, porque não sobrevoamos o labirinto? - As paredes tinham um limite de idade. Eles poderiam voar por cima, mas como se lesse os pensamentos, o menino que também voava - melhor do que ele por ser sua habilidade natural - acabava de sobrevoar uma parte do labirinto. Ganhando cada vez mais altitude quando uma coisa metálica se lançou contra o ar. Parecia uma especie de tentáculo robótico que se enrolou em sua cintura. O menino deu um grito de surpresa antes de ser arrastado para baixo em um baque surdo. - oh, bom, acho que isso responder minha pergunta não é mesmo? -

No final do corredor e no começo do labirinto é quando as coisas ficavam menos apertadas. Ele pode pousar suavemente e começaram a correr em direção a uma das entradas. As asas sumiram e seu corpo voltava ao normal enquanto ele usava o sondar do morcego para localizar uma saída. A maioria tinha mais pressa em chegar ao labirinto do que atrasar os competidores, ninguém o deteve naquele momento enquanto ele e Annabele se esgueiravam para dentro. O seu sonar dava uma boa vantagem para ele, embora houvesse certa limitação e ele não conseguisse ver o final do labirinto eles podiam achar um caminho fechado sem ter que virar nele. Reto, Direita, parava, a esquerda era fechado, em frente de novo. Podia localizar também alguns concorrentes a frente e atrás, mas as paredes limitavam sua visão do que via pelas laterais.

Por isso não viu quando uma parte dela se abriu como uma porta. E o tentáculo, o mesmo que derrubou o amiguinho se esgueirou para dentro com velocidade. Ele escutou o grito de Annabele surpreso quando a coisa se enroscou nela e a puxou para longe. Ele piscou e um segundo foi tudo que teve para reagir antes de ser arrastado pela perna, pendurado de cabeça para baixo enquanto o que parecia um robo cheio de tentáculos erguer Annabele no alto [não pense em hentai, não pense em hentai, não pense em hentai] erguendo ele por consequência. Pendurado de cabeça para baixo com a perna presa a dela. - Mais alguma ideia brilhante cherlock? -



Symbiotic Armor
Extraordinário
Transformação
Post #5704

Galliard

"Destino é para os fracos de vontade"

16 Anos

jogado por:

Joe'

criado em:

04/04/2018

posts in-game:

22

Quote POST LINK Apr 10 2018, 02:25 AM -
such a myriad ofstars

O atual limite de sua quirk parecia ser o bastante para o desafio. pelo menos uma boa notícia em meio a tantas adversidades. sua ideia de evitar o aglomerado de participantes através dos ares parecia surtir efeitos a partir de uma boa execução, Annabele ainda que da sua maneira extravagante cooperava se segurando firme. –Com sorte não existirá amanhã entre nós, maluca. - Comentava entredentes evitando ao máximo contato visual, encarar um predador no mundo animal era a pior das escolhas sem dúvida. A única característica físicas que precisava surgia pronta para ser utilizada, um par de asas utilitárias até mesmo em terra para afastar aqueles muito próximos se faziam presente lhe trazendo a capacidade de voo almejada, pela primeira vez naquele dia, sua parceira parecia dar-lhe o verdadeiro reconhecimento com base em suas habilidades. –Eu disse que a minha peculiaridade era... Por que diabos está se esfregando em mim, s-sua pirada pervertida. - Mais alguns segundos com toda aquela intimidade abusiva e sua concentração iria por água abaixo, afinal seus instintos existiam mesmo que em transformações pouco acentuadas, e Annabele ainda que completamente doida de pedra era uma mulher atraente e instigante, maldita puberdade.

Apesar de sua indelicadeza e teor sexual absurdo a ruiva também tinha um cérebro afinal, sua ideia de sobrevoar todo o labirinto não era nada má em vista que essa era uma boa maneira de evitar possíveis armadilhas e afins, porém uma cobaia desesperada logo mostrara que essa era de longe na verdade a pior opção possível, o mais seguro parecia realmente continuar por terra. A ecolocalização oriunda de uma espécie de morcego lhe era muito útil ainda que não se encontrasse em suas capacidades máximas, estava ai um bom campo para trabalhar enquanto estudando na UA, claro, isso se passasse no teste que parecia estar só em seu início. –Se continuarmos nessa velocidade provavelmente conseguirei manter o sonar até o fim do labirinto, isso claro se essa tarada do inferno não ficar inventando coisas pra me constranger, por que tive que ficar preso justo a ela, merda! - Sua desatenção aos arredores causada pelo excesso de pensamentos ácidos, uma hora poderia lhe prejudicar e ele sabia disso, porém não esperava que fosse tão cedo.

A mesma criatura ou talvez um semelhante que apanhara ao participante que tentara sobrevoar as paredes do labirinto, dessa vez apanhava a dupla em um descuido de atenção por parte de Joseph, a criatura metálica os elevava pelos membros inferiores deixando-os de cabeça para baixo impedindo que dessem continuidade a sua busca pela saída, Annabele sem qualquer hesitação cobrava uma reação por parte de seu parceiro, que para sua sorte tinha uma mente que funcionava quase tão bem quanto seu mal humor. –É, eu tenho sim, se bem que cortar sua perna fora também não fosse má ideia. - O comentário era puramente humorístico por mais que sua expressão não fosse lá tão bem humorada assim, de qualquer maneira uma ideia chegava até ti, e ainda que não detivesse certeza de sucesso precisaria confiar em si mesmo colocando-a em prática. Utilizando sua peculiaridade por uma terceira vez (talvez fosse hora de começar a economizar um pouco), Joseph tinha seu rosto transformado aos poucos em uma imagem escamosa de mandibula espaçosa e bico comprido repleto de dentes aparentes ainda que de boca fechada, era fácil identificar o animal utilizado dessa vez, nada menos que o maior réptil existente na atualidade o crocodilo-de-água-salgada, detentor da mordida mais forte do mundo animal. –Só espero não quebrar nenhum dente nessa brincadeira. - Uma breve flexão abdominal para que se aproximasse do membro preso de Annabele e *CRACK* buscaria aplicar sobre o tentáculo metálico uma boa mordida, aplicando o máximo de força que lhe era capaz naquela forma, não precisava necessariamente que o membro fosse decepado mas apenas que a força aplicada sob sua parceira fosse ligeiramente diminuída.

A julgar por sua posição uma possível queda após se soltarem poderia não ser a melhor maneira de aterrissar, por isso Joseph em um giro para seu lado livre buscaria voltar a ter seus pés para o solo, obviamente ter uma pessoa presa a si não facilitaria em nada tal tarefa, por isso ainda que passível de se arrepender no futuro cederia seu próprio corpo como superfície para diminuir o impacto de ambos com o solo, suprir possíveis mobilidades parecia ser mais possível para ele com sua quirk do que para Annabele.

@JOSEPH
"peripécias do resmungão e uma pervertida, no labirinto da morte." Parece até nome de filme de Hollywood.


OFF: "Quais outras partes de seu corpo você consegue mudar, hummm?" HAHAHAH http://files.jcink.net/uploads/heroacademiarpg/Emotes/red.png
Animal-G
Superior
Transformação
Post #5714
HeróiLEVEL 3

Void

17 Anos

jogado por:

Aloy

criado em:

18/01/2017

posts in-game:

231

Quote POST LINK Apr 10 2018, 06:10 PM -
QUOTE
–Com sorte não existirá amanhã entre nós, maluca. -


- Oh, Cherry, assim você me machuca, eu já estava aqui pensando no nosso casamento... Bom, suponho que podemos pular o casamento, mas eu fazia questão da lua de mel... - Suspirou alto e fingindo enquanto ele tentava se concentrar em seu dever e não no corpo da ruiva confortavelmente apertado contra o seu.

QUOTE
. –Eu disse que a minha peculiaridade era... Por que diabos está se esfregando em mim, s-sua pirada pervertida. -


- Bom, sim, eu sei, mas .. veja bem.. eu ainda não tinha pensando o quanto sua peculiaridade pode ser, realmente interessante entende? - Ela deslizou uma das mãos por sua asa pouco antes dele pousar e começarem a correr.

QUOTE
–É, eu tenho sim, se bem que cortar sua perna fora também não fosse má ideia. -


- Não viu os avisos? Não pode deixar sua adorável companheira para trás. Além do mais, porque iria se livrar do seu amor? - A criatura os puxou mais para cima. Joseph foi sacudido balançando de um lado a outro. A mulher bufou tentando se soltar. Ele fez uma mandíbula crescer e Annabele arqueou a sobrancelha um tanto quando curiosa. Ele podia enxergar a curiosidade por trás de seu olhar. Ela deu mais um de seus largos sorrisos. - Hey garoto, você sabe o que é Furry? É bem popular no Japão, se nada der certo para você eu conheço algumas meninas que adorariam conhece-lo - Ele fez uma abdominal para cima e abriu a mandíbula. CRACK. O gosto de metal rapidamente invadiu a sua boca. Ele escutou o barulho característico de metal sendo retorcido conforme sua boca se fechava não dando espaço. Seu corpo pareceu mais leve quando o tentáculo soltou Annabele. Eles foram ao chão em um baque surdo. Preparado para a possibilidade de cair de costas ele se ateve melhor a esse fato rodando o próprio corpo e se ajustando ao de Annabele e ambos caíram em pé. A garota tinha um bom equilíbrio, mas até aquele momento parecia tudo que tinha realmente disposto a ele. Ao longe eles escutara uma explosão. BOOOOMM. A fumaça subiu. A cor negra misturando-se ao vermelho de um fogo. Alguns gritos aos lados de gente correndo ou pedindo ajuda e as vezes, sob o relance da parede, eles podiam ver algum tentáculo passando. Haviam robôs espalhados por todo o completo e o que estava com ele ainda não tinha terminado.

O robô junto a eles avançou. O braço robótico que ele tinha despedaçado voou para todos os lados sem uma direção aparente. Parecia ter perdido o controle daquela parte e ele se chorou contra a parede lateral abrindo um novo buraco. - Segura isso aqui bonitão - Ela colocou na mão dele um pedaço de tecido. Lembrava seda, embora os fios trancaços lhe fossem mais resistentes. - Vamos embrulhar um presente - O puxou pela mão obrigando-o a se mover. Mantendo o ritmo dela. Ele pode ver que o resto do tecido ia até sua mão, imitando uma longa e larga corda, Annabele fez um laço e jogou na direção de uma das mãos a laçando em pleno ar e indicou para que ele continuasse correndo. A corda se prendeu no tentáculo que ela estava mirando. Ela puxou para baixo, o tentáculo puxou para cima e joseph precisou se firmar no chão para não serem levados de novo para cima. - AMARRA NAS OUTRAS PERNAS... - Ela não podia só modificar roupas, mas podia criar elas também. Ficou claro para ele quando o tecido cresceu e cresceu e cresceu e pulando naquela confusão de paredes e pernas eles conseguiram fazer o monstro se enrolar sozinho. No que pareceu uma eternidade de minutos, mas que provavelmente foi só alguns segundos, o monstro estava preso e cambaleante. Annabele respirou e se apoiou nos joelhos. Criar tecido parecia cansa-la.- Certo, menos um... - BOOM, BOOM, BOOM, BOOM.... eles escutavam algo se quebrando cada vez mais perto. - E agora o que? - BOOOM. A parede atrás deles explodiu e o menino rinoceronte que tinha visto mais cedo atravessou-a sem hesitar. Ele corria na direção deles e não parecia disposto a parar a caminhada. Seu companheiro aprecia ter dado um jeito de esticar a perna e montar em cima dele não atrapalhando os movimentos, mais que isso, uma pequena multidão tinha decidido seguir o caminho que ele tinha aberto atrás de si. - AH MERDA -
Symbiotic Armor
Extraordinário
Transformação
Post #5727

Galliard

"Destino é para os fracos de vontade"

16 Anos

jogado por:

Joe'

criado em:

04/04/2018

posts in-game:

22

Quote POST LINK Apr 11 2018, 04:28 AM -
such a myriad ofstars

Até mesmo vasos ruins tinham lá suas qualidades. por mais que os defeitos fossem tão marcantes quanto. os comentários obscenos de Annabele continuavam a todo vapor, a cada minuto novas provocações saiam daqueles lábios avermelhados de pura e completa depravação, estava começando a acreditar que constrange-lo era sua única função ali, até que em uma sucessão de ações provocadas por sua tentativa de se libertar do domínio da criatura repleta de tentáculos, a ruiva finalmente ostentou sua peculiaridade sendo realmente útil para a dupla. –Tenho que admitir, mandou bem dessa vez, só dessa. - Parabenizava-a observando a maneira como utilizara sua quirk para neutralizar o robô, pelo menos aquele parecia fora de combate.

Aos poucos sua mandibula voltava ao normal, já não era mais necessário manter aqueles genes e abrir espaço para uma nova transformação era o mais sensato, ainda que a frequência na utilização de sua quirk pudesse vir a ser um problema no futuro. –Minha peculiaridade é muito mais utilitária do que unicamente servir de show para garotas, serei um herói e... - Antes que pudesse finalizar seu discurso heroico, tanto ele quanto a ruiva eram silenciados por uma sequencia estrondosa de pancadas contínuas, o tempo que tivera para associar o som a informações obtidas até então fora mínimo, antes mesmo que se lembrasse das peculiaridades vistas até agora, era surpreendido pelo avanço aparentemente incessável do garoto rinoceronte visto no corredor, seguido pelo o que mais se parecia com uma legião de fãs.

Seu organismo novamente mudava quase como uma reação involuntária de sua própria percepção, um animal com capacidades mistas vinha a sua mente como a melhor opção mediante aquele dilema, afinal não bastaria apenas desviar do brutamontes, com aquela quantidade de pessoas o seguindo com certeza acabariam ficando para trás caso não respondessem com medidas a altura. –Vamos pegar uma carona. - Sem muito informá-la Joseph ao adquirir as habilidades de uma rã, agarrava a ruiva pela cintura saltando a uma altura considerável o bastante para saírem da frente de seu semelhante de habilidades animalescas, e não parava por ai, sobre a palma de suas mãos membranas surgiam junto a um tipo de resíduo grudento também oriundo do anfíbio que se transformara, tal combinação serviria para que ele junto a sua companheira conseguissem se fixar nas costas do grandalhão após um pouso planejado em consequência do salto. –Precisamos de um tecido ruiva, qualquer coisa serve, pra já. - Eles não seriam os únicos a seguir viagem nas costas do armário, por isso Joseph já pensava em alguma maneira de neutralizar ou pelo menos imobilizar aquele que tivera sido designado a ser o companheiro do garoto rinoceronte, até porque duvidava muito que esse simplesmente cederia um pouco de espaço para o casal. – Não importa quem, ninguém chegará na minha frente! - Proferia a si mesmo em um momento de convicta ambição.

@JOSEPH
minha ambição é tudo do que preciso para chegar em primeiro ao fim desse labirinto, e ambição é o que tenho de sobra.
Animal-G
Superior
Transformação
Post #5738
HeróiLEVEL 3

Void

17 Anos

jogado por:

Aloy

criado em:

18/01/2017

posts in-game:

231

Quote POST LINK Apr 12 2018, 12:43 AM -
Ele realmente se dava ao trabalho de responder. Ela apenas meneou a cabeça em sinal negativo e estava prestes a lhe responder quando foram casualmente interrompidos pelo rinoceronte em fúria destruindo cada uma das paredes seguintes.

QUOTE
. –Vamos pegar uma carona. -


- Nos vamos o que? - Ela não tinha muito tempo para rever aquele plano já que Joseph rapidamente a segurava pela cintura e pulava para cima do homem bicho. O segundo homem bicho nesse caso .... As mãos grudentas seguraram bem o primeiro impacto quando ele se ajeitava em cima do adversário que não pareceu se importar. Ele acertou mais uma parede e pedaços de concreto voaram para todos os lados. Mais uma explosão em algum canto remoto, mais gritos se juntaram ao barulho da parede se despedaçando atrás deles.

QUOTE
–Precisamos de um tecido ruiva, qualquer coisa serve, pra já. -


- HEY, NÃO ADMITIMOS PASSAGEIROS - É claro, em suas costas, tinha o seu companheiro. Sua perna estava estranhamento esticada e parecia feita de.. madeira? Isso explicava porque conseguia estar nas costas do rinoceronte. Ele esticou um dos braços para frente e a mão se esticou imitando uma tora de madeira pontiaguda que obrigou os dois a se esquivar, infelizmente Annabel foi para direita, Joseph para a esquerda. A perna deles os impediu de irem em direções muito opostas, ele sentiu um tranco que quase o derrubou de cima de seu taxi improvisado. Annabele se segurou na roupa dele para não cair em uma posição um tanto desafortunada e automaticamente a roupa dele se estendeu e a segurou melhor. O braço/tronco do amiguinho varou o ar e tentou acerta-lo com força, obrigando Joseph a se mexer mais uma vez. Acertando as costas de seu companheiro que gemeu alto.

- O QUE ESTÃO FAZENDO AI EM CIMA? - Ele inclinou-se para o lado chocando-se com as costas na parede da sua lateral, Annabele era a única que estava parcialmente nas suas costas, parcialmente caída. Ela foi prensada contra a parede com certa brutalidade. Ele viu quando ela soltou um gemido de dor e o ar de seus pulmões se foi. - f-az... alguma... coisa.... -Disse baixo e com certa dificuldade, Joseph mal conseguia ouvir nada no meio daqueles gritos e explosões.

O chão tremeu a baixo deles e Joseph quase não sentiu, incerto se não era só o movimento do homem correndo igual um troglodita a baixo de seus pés, também ficava um pouco complicado ajudar quando ele tinha que se desviar dos chicotes e se manter colado nas costas de um rinoceronte. Do "alto" ele viu quando as paredes se mexeram se rejeitando. O labirinto todo mudando as poucos. As paredes desceram e novas subiam ou simplesmente se moviam para a direita. O Rino atravessou uma que ainda estava em transição. Annabele teve um momento de descanso quando a parede que ele estava a arrastando/prestando desceu para o chão. Ela respirou fundo. - ENTÃO, OUTRO PLANO BRILH- - Ela parou quando olhou para frente, no exato momento que uma parede de metal solido subiu. Rino não parecia ter notado e eles se chocaram com força contra ela. TUMMMMMMMMMMMMMMMMM. Ele envergou a parede, mas não atravessou ela, Joseph foi jogado para frente acertando uma parte mais alta, Annabele ainda estava preso no Rino teve um tranco que Joseph sentiu nas pernas amarradas. Até mesmo o homem árvore também foi arremessado, meio mundo de herois veio depois e Joseph se viu no meio de braços, pernas, cabeças e... aquilo era um peito? Tão pertinho ... não era de Annabele, com certeza, mas de uma menina que caiu em cima dele, o peito tão perto de seu rosto a centímetros de seu nariz. Ele não conseguia ver de quem pertencia, visto que estava na confusão de meio mundo de coisas. Alguns gemeram de dor.

- Quem botou essa parede aqui ...? - Alguém comentou. A voz no meio do bolo esquisito.
Symbiotic Armor
Extraordinário
Transformação
Post #5759

Galliard

"Destino é para os fracos de vontade"

16 Anos

jogado por:

Joe'

criado em:

04/04/2018

posts in-game:

22

Quote POST LINK Apr 12 2018, 10:42 PM -
such a myriad ofstars

Decisões tomadas a base de impulsos quase sempre eram grandes incógnitas. ok, conseguira avançar mais alguns metros sem gastar energia para isso, mas valera a pena? por mais elevada que fosse a carga humorística que os envolvia aquela era uma situação que de engraçada não tinha nada, a falta de um suporte a altura fazia com que seus planos na maioria das vezes arriscados chegassem a desfechos inimagináveis, ou quem sabe previsíveis, não o bastante para sua percepção analítica, mas no fundo previsíveis. O companheiro daquele que os carregava rapidamente tratara de cumprir o que poderia ser sua função na equipe, impedir a permanência de intrusos metidos a espertinhos, sua peculiaridade com certeza era uma boa ferramenta para a tarefa e a falta de sinergia entre Joseph e Annabele provavelmente só facilitaria seu objetivo a médio prazo. –Annabele! - Exclamou ao assistir o esmagamento de sua companheira contra a parede. Seus punhos cerravam-se segurando firme onde poderiam nas vestes do grandalhão, as habilidades anfíbias tiveram sido de grande valia porém era hora de puxar os freios daquela locomotiva, ou pelo menos era o que planejava.

A trilha sonora daquele ambiente sem dúvida estava longe de ser algo tranquilo e suave, gritos, explosões e afins podiam ser ouvidos de todas as partes, aquilo atiçava bastante a adrenalina do organismo deixando-o alerta visualmente, porém seu tato e audição eram completamente anulados pela sequencia maçante dos passos pesados do garoto rinoceronte que sequer o deixava contra atacar as investidas contínuas do homem árvore, muito menos se atentar de imediato a mudança nos padrões do labirinto, o que mais aquele lugar poderia fazer para se defender de seus invasores aspirantes a herói? –Para com isso, sua residencia de cupins. - Alertava ainda em relação as tentativas ofensivas de lhe derrubar. A ruiva recuperada do esmagamento graças a mudança do cenário sem pestanejar gritava visivelmente irritada com as últimas tomadas de decisão, Joseph cabeça dura como era até ameaçara uma resposta, porém um forte impacto impedira que sequer começasse.

Uma parede de metal visivelmente estratégica surgia de repente, provocando o choque entre todos aqueles que se dispuseram a seguir a imagem imponente de seu salvador animal, o golpe tivera sido forte realmente, mas não era consigo que estava preocupado afinal Annabele já vinha passando por maus bocados a um tempo. Sua convicção era única naquele momento, ajudar sua companheira e aproveitar a confusão para tentar tomar a dianteira no teste, mas antes precisava se desvincular daquele amontoado de pessoas que mais se parecia com a visão do inferno, bom, nem tanto assim para Joseph. –Por que todo mundo aqui tem que colocar as partes intimas na minha cara?! - Vociferou do meio daquele mix de membros, gemidos e seios.

user posted image

Seu corpo pressionado por tantos outros na mesma situação, se transformava adquirindo características de inseto, uma carapaça dura nas costas, membros mais torneados e negros além de um tipo de chifre cumprido na testa eram as mais aparentes entre elas, uma checada mais palpável sem qualquer segundas intenções na região de suas pernas servia para ter uma ideia de como Annabele estava posicionada em relação a si, precisava de uma base para que não a machucasse em seu próximo movimento. Suas mãos eram posicionadas sob qualquer superfície mais firme dos primeiros corpos acima de si, tomaria cuidado para que não violasse o espaço de ninguém por mais que a dona dos peitos a sua frente não estivesse fazendo o mesmo, seus membros se firmavam alavancando-se em uma explosão de energia para cima, o animal que escolhera nessa ocasião era conhecido por ser o mais forte com base em seu próprio peso, o besouro-rinoceronte capaz de erguer até 850 vezes o seu próprio peso. –Annabele, consegue se mover? - Sua indagação vinha junto a tentativa de remover a grande massa sobre sua companheira com auxílio das capacidades físicas adquiridas a partir de sua quirk.

Vitorioso em sua tarefa continuaria utilizando sua super força para afastar aos participantes que ainda atrapalhavam sua movimentação, se necessário buscaria ajudar a ruiva a voltar para a prova, nem que só lhe restasse carregá-la. –Você conseguiria criar um tecido emborrachado? Algo com tamanho o bastante para lhe cobrir. - A questionava dando continuidade. –Sei que não é legal cobrar tanto assim dos seus aliados, mas caso faço isso prometo que mais nada de ruim acontecerá a você, dou a minha palavra. - O voto de confiança de sua companheira além de um pouco mais de seu esforço era tudo que precisava mediante a situação, de fato os participantes atrapalhavam bastante com toda sua euforia, mas as mudanças e artimanhas do labirinto eram muito mais incomodas, precisava dar um jeito de neutralizar suas capacidades, e uma ideia para tal tarefa lhe chegava fresca a mente. Livres da multidão voltariam a correr agora nos novos padrões da construção, suas características de inseto seriam abandonadas caso Annabele confirmasse que tinha a capacidade de confeccionar o tal tecido emborrachado, até que esse estivesse pronto ele respirava fundo se desligando por poucos segundos de toda aquela gritaria, explosões e afins, deixaria que seu corpo desfrutasse dos breves instantes de descanso, pois o que estava por vir era reconhecido por ele como sua habilidade mais nociva, e caso não a utilizasse da maneira correta poderia ferir e quem sabe até matar alguém, concentração e cuidado eram as palavras-chave para tomar a vantagem naquele teste.

@JOSEPH
mil e uma utilidades, um homem com ferramentas para todas as situações: truque final (ou não).
Animal-G
Superior
Transformação
Post #5779
HeróiLEVEL 3

Void

17 Anos

jogado por:

Aloy

criado em:

18/01/2017

posts in-game:

231

Quote POST LINK Apr 14 2018, 04:08 AM -
As partes em sua cara começavam a se mover enquanto todo mundo tentava sair de cima dele e voltar para a competição. Um emaranhado de pernas, peitos e braços. Era difícil entender muito bem a posição de Annabele, mas ele julgou que não a machucaria considerando o que queria fazer. A mulher, no entanto, encontrava-se de baixo de um montão de pessoas - não muito diferente da sua posição atual. Ele usou as características do besouro para mover a montanha de carne de cima de si. Retirando as pessoas de cima de Annabele também. Ela levou a mão ao rosto parecendo atordoada enquanto ajeitava de bom grado qualquer ajuda oferecida pelo garoto. -Não vamos pegar carona em mais nada está bem ? - Ele pediu a capa emborrachada, ela parecia pensar. Ocupada medindo valores e esforços. "Sei que não é legal c-". Ela colocou a mão em sua boca impedindo que continuasse as falas. - Não se preocupe, eu posso, mas vai ter um preço... - Ela deu aquele sorriso malicioso. - Vou precisar... de uma pequena coisinha sua... bem.. bem pequena... - Subiu a mão por sua barriga e ele sentiu quando seus dedos ergueram sua camisa e a ponta da unha se roçou contra sua barriga arranhando ali de leve. Deixando uma pequena linha vermelha pelo caminho. Ela não precisou subir mais quando sua camisa se desfiou e os fios deslizaram por sua mão. Joe sentiu que voltar ao normal estava ficando um pouco mais complicado, como se o DNA do inseto que ele escolheu decidisse ficar, talvez mais algumas transformações e ele começaria a sofrer as desvantagens de sua quirk.

Sua camisa se desfazia com velocidade e os fios roçavam e deslizavam pelo braço de Annabele que os puxava com uma força invisível. Se embaralhavam em algo mais com uma cor diferente enquanto a mulher de cabelos vermelhos parecia criar lentamente o que ele tinha pedido. Cada fio de sua camisa se foi e ela só... sorria. Um largo e amplo sorriso, olhando-o de esgueira enquanto construía um longo tecido emborrachado. Então percebeu, assim que deu um passo em sua direção, que seu olhar malicioso não tinha só haver com o fato de que agora a ruiva podia encarar todo seu torso nu ou em nada tinha haver somente com sua aparente satisfação pessoal em deixa-lo daquele jeito. Não. Algo mais tinha sido levado naquela transformação. Algo que ele só percebeu ao dar o primeiro passo, quando sentiu algo não tão seguro balançando livremente lá em baixo ... sua cueca parecia ter sido evaporada no processo. Joe encontrava-se oficialmente de calças, meias e sapatos, mas ela tinha conseguido afinal. Um longo tecido emborrachado capaz de cobrir os dois se necessário. Ela precisou ficar esse tempo parada para carregar uma coisa daquele tamanho, mas não sentiu que ficavam tão para trás. Considerando que a maioria ali ainda estava um tanto atordoado com o impacto e meio perdido.

(Parei a narração por aqui porque não tenho em mente o que vc tinha planejado XD)
Symbiotic Armor
Extraordinário
Transformação
Post #5796

Galliard

"Destino é para os fracos de vontade"

16 Anos

jogado por:

Joe'

criado em:

04/04/2018

posts in-game:

22

Quote POST LINK Apr 14 2018, 07:14 AM -
such a myriad ofstars

Suas mãos tremulavam como a relva influenciada por uma brisa inconstante, de seu rosto algumas gotículas de suor escorriam. quanto tempo ainda tinha? Não fazia ideia, mas era sábio afirmar que estava chegando a seu limite. livrar-se do emaranhado de participantes não tivera sido lá uma tarefa muito difícil, uma vez que seus próprio componentes tratavam de se levantar e deixar aquela posição deplorável, os que ainda restavam não tiveram sido páreos para a força elevada do besouro-rinoceronte, uma transformação bastante útil sem dúvidas. Annabele lhe dava uma luz no fim do túnel afirmando que conseguia sim confeccionar o tal tecido emborrachado, ainda que segundo essa um preço seria exigido, provavelmente alguma sem-vergonhice de sua escolha. –Tá legal, vá em frente. - Como se ela precisasse de permissão para algo. O toque suave de suas mãos outrora utilizado para calar ao rapaz agora explorava perímetros de sua pele tracejando uma arranhão contínuo em seu abdômen, era impossível não se arrepiar com aquilo por mais sério que estivesse. –Só vai... logo, ta legal. - Comentava entre suspiros contidos e uma face visivelmente corada.

Enquanto sua camisa se desfazia em um passe de magica, o almejado tecido isolante parecia enfim ganhar forma junto ao tão característico sorriso malicioso que preenchia os lábios da ruiva, pelo menos ela tivera mantido sua palavra ao finalizar o tecido em troca de sua camisa como combinado indiretamente. –Até que foi um preço baixo para seus... - Se calou por alguns instantes ao realizar uma única passada, algo estava errado e isso não tinha a ver com o fato de estar ficando sem gás para utilizar sua quirk. –Como conseguiu fazer isso..?! Você é uma bruxa da perversão. - Não era necessário muito tempo de convivência com a garota para imaginar que seus truques não se resumiam apenas ao o que era consentido, pena Joseph não ter percebido isso antes.

user posted image

Com ou sem cueca envolvida no orçamento os preparativos solicitados estavam prontos, e como costumavam dizer os abutres da mídia, "o show tem que continuar". –Se envolva com o tecido por completo, inclusive os pés e a parte de nossas pernas que estão se tocando, só o remova quando eu disser que é seguro, caso contrário vai fritar junto aos outros. - Seu arsenal de DNA's é um catálogo bastante completo, uma infinidade de animais para as mais diversas situações e adversários, todos tinham lá sua importância é claro, porém existia um que lhe custara bastante para ser obtido, um detentor de capacidades complexas capazes de bater de frente com qualquer predador de seu meio biológico colocando-o como um membro a parte na cadeia alimentar, esse é o Poraquê, um peixe de características elétricas encontrado naturalmente nos territórios amazonenses. –Sabe... Eu sempre me pergunto, qual é a tática predatória mais efetiva no mundo animal... Garras, dentes, toxinas ou armadilhas... Bom, no final das contas o melhor é aquele que sobrevive, e para isso é preciso neutralizar seu adversário antes que esse tenha sequer a chance de atacar. - Devaneava ganhando as novas características de que precisava para o plano, sendo essas pequenas perfurações estranhamente posicionadas em ordem na região de seu peito e costas, além de um aumento considerável em sua massa muscular. –Atacar um raio vivo é impossível, Annabele-san. - Aquelas últimas palavras saiam acompanhadas de uma expressão forçada de satisfação, quase como se aquele poder o consumisse, de certa maneira prazerosa.

Um forte clarão era emitido originário de sua posição, estalos de uma corrente elétrica contínua em agitação faziam a trilha sonora daquele momento prévio de concentração, o poraquê é capaz de descarregar de maneira contínua mil e quinhentos volts a cerca de três mil miliampères, mais que o necessário para matar uma dúzia de homens adultos reunidos, era óbvio que tamanha força estava longe de ser segura mediante aquela situação, por isso que concentrar-se era o mínimo que poderia fazer para evitar tragédias. –Elektrisieren. - Era dito por si ao tocar o chão que o sustentava junto a todos os outros competidores e máquinas, suas intenções (as mais eletrizantes realmente) eram múltiplas, uma vez que almejava paralisar e em alguns casos até desmaiar os competidores com uma medida de corrente elétrica de vinte miliampères, pouco menos do necessário (30 miliampères) para provocar problemas em caso de contato com o miocárdio, em um segundo plano uma descarga um tanto mais generosa de cerca de 50 miliampères era direcionada as paredes ao ter contato com tais estruturas, sua ideia de alguma maneira provocar uma pane ainda que breve nos mecanismos elétricos que alteravam os padrões do labirinto além das máquinas cefalópodes utilizadas pelo sistema, não existia certeza de que tudo aquilo era comandado de maneira eletrônica, porém como mencionado antes eram muitas as utilidades de ambas as descargas elétricas, e se dependesse unicamente de sua força de vontade (coisa que não é verdade) muitas novas descargas estavam por vir se necessárias.

user posted image
@JOSEPH
o limite do desespero, o zap na manga revelado: Elektrisieren!


OFF: Me deu a brecha perfeita :> tnks <3
Animal-G
Superior
Transformação
Post #5798
HeróiLEVEL 3

Void

17 Anos

jogado por:

Aloy

criado em:

18/01/2017

posts in-game:

231

Quote POST LINK Apr 15 2018, 03:48 PM -
"Até que foi um preço baixo...." - Umhum.... - Ela disse distraidamente esperando ele perceber o seu plano maligno do final. Ele pareceu perceber então assim que deu um segundo passo. O sorriso cretino dela se alargou um pouco enquanto ela esperava a sua reclamação.

QUOTE
–Como conseguiu fazer isso..?! Você é uma bruxa da perversão. -


- Oh... mas eu aviseeeiii que eu podia manipular roupas - Ela fez um biquinho se fazendo de chateada. Daquele mesmo jeito teatral de antes. Ela começou a obedecer assim que ele deu as instruções, fazendo o tecido deslizar por entre os dois usando a própria quirk. Parecia distraída no processo enquanto colocava também em baixo dos pés sem saber exatamente o que ele tinha em mente. Então, parou, percebendo algo em sua fala alguns instantes depois. - Espera, você disse... fritar os outros? -

QUOTE
- Bom, no final das contas o melhor é aquele que sobrevive, e para isso é preciso neutralizar seu adversário antes que esse tenha sequer a chance de atacar. -


Ela ainda estava enrolada no tecido que tinha uma cor levemente escura, mais puxada para o marinho. O olhava com certa desconfiança enquanto ele dizia o seu discurso heroico - ou, vilanesco - sobre como sobreviver. Não parecia muito certa de que aquele era o melhor plano de ação que poderiam tomar. - E-espera, você não acha que... isso é muito radical não?! -

Ele não parecia muito ele mesmo. E Annabele não pensava isso só pela característica física. Há uma estranha sensação no poder.... ele parece ser capaz de contaminar os sentimentos. Espalha pelo seu corpo dando uma estranha força e ele perdeu um pouco do foco. Passar no labirinto? Sua mente vagou longe daquela ideia enquanto SOBREVIVER se tornava mais importante. Sua visão desfocou enquanto a eletricidade corria pelo local. Raios elétricos se espalhavam para todos os lados, roçando-se nos presentes, subindo pela parede e se espalhando pelo metal. Ele viu alguns tentáculos vir e sua direção em uma confusão de cores e borrões. Os olhos vermelhos brilhantes e luminosos. Um predador. Os raios foram em sua direção e e os tentáculos murcharam sem vida caído no chão. As explosões a distancia pareciam sessar aos poucos, mas outros perigosos estavam próximos. Milhares de mãos iam em sua direção e ele não os via como competidores ou amigos, mas como um perigoso constante. A eletricidade se espalhou e ele perdeu a noção da força empregada. Sua mente parecia turva, entregue aos instintos animais, mais do que a noção humana.

Foi então que sentiu uma dor aguda na nuca. A consciência oscilou um segundo e ficou claro que se manter desperto era impossível. A força o abandonou tão rápido quando tinha chegado e seus joelhos não foram capazes de sustentar o seu peso. Ia para frente, em direção ao chão. Lembrava-se de ter visto a capa de borracha parada ao seu lado, Annabelle parecia se manter escondida dentro de sua coberta. Foi a ultima coisa que ele viu antes do mundo ficar preto.

Quando voltou a si o labirinto se fora. Assim como Annabele. Ele viu uma parede branca do que parecia um... hospital? Ele estava em uma cama confortável ao menos, mas o labirinto se fora. Ainda estava sem camisa e sem cueca também. Ao seu lado tinha algumas outras camas ocupadas por outros participantes, mas ele não conhecia nem um deles.



- Vejo que acordou finalmente. Como está se sentindo? - Ele tinha uma dor leve atrás da nuca, mas fora isso parecia fantástico.
Symbiotic Armor
Extraordinário
Transformação
Post #5816
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

OPÇÕES DE TÓPICO
Pages: (4) 1 2 3 ... Last »
RESPONDER
NOVO TÓPICO
NOVA ENQUETE


 


 


O Hero Academia RPG é um RPG baseado em Boku no Hero Academia, obra criada por Kōhei Horikoshi. O fórum não possui fins lucrativos.
Custom Structures e buttons por Tigris. Imagens por artistas do Pixiv, Deviantart e Zerochan.