A Season 1 do Hero Academia RPG teve início! Você ainda não viu? Dê uma olhada clicando aqui!

1. PLUS ULTRA!
Olá herói! Ou seria você um vilão!? Bom, não importa, de qualquer modo você é bem vindo para juntar-se à nós! O Hero Academia RPG é um roleplaying game (jogo de interpretação) baseado na série Boku No Hero Academia escrita por Kōhei Horikoshi e publicada semanalmente na Shonen Jump. Aqui, você jogador poderá interpretar heróis, vilões e até mesmo assistentes, se assim for do seu desejo. Nosso foco é a diversão de todos os jogadores, ainda que tenhamos um sistema sólido de regras que devem ser lidas atentamente por cada um. Então, está esperando o que!?
BEM-VINDO!
Pages: (2) 1 2  ( Go to first unread post )
RESPONDER
NOVO TÓPICO
NOVA ENQUETE

 Torneio de artes marciais nas Filipina, A Busca pela Glória!

Squall

Ser um herói é persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

18 Anos

jogado por:

Alexia

criado em:

26/02/2018

posts in-game:

50

Quote POST LINK May 8 2018, 11:02 AM -
A Busca pela Glória!


O calor do lugar fazia com que Alexia se lembrasse do seu treinamento nas Américas. Estava quente, quente o bastante para os fios rebeldes soltos do coque colassem em seu rosto de forma incômoda, mas particularmente ela preferia que estivesse quente daquele jeito. Que estivesse quente e fizesse seu corpo suar e seu sangue ferver; apenas um lembrete do motivo pelo qual desembarcava do navio com aquele bilhete de confirmação da inscrição no torneio em mãos.

Ela não estava ali como Alexia, vocalista e guitarrista da Alestorm com seus característicos cabelos rosados. Estava ali como Squall, aspirante a heroína, com a faixa verde presa na cabeça e mantendo, com a ilusão que a tecnologia permitia, os seus cabelos em seu tom natural: pretos. Sua roupa típica de artes marciais orientais poderia causar certa confusão, já que não era alguém que havia sido instruída em apenas uma arte de combate, e Squall contava com isso.

Ninguém sabia do seu escape para o torneio, pelo menos não previamente. Havia deixado um e-mail automático que seria enviado quando o torneio começasse para seus conhecidos, não queria ninguém se intrometendo naquilo ali. Ela precisava de uma comprovação maior do que os testes da U.A ou os treinamentos de seu tio. Ela precisava sentir em que nível estava realmente comparado com o mundo, para não viver em uma ilusão que tendiam criar ao seu redor de forma protetora. Ela não havia escolhido trilhar aquele caminho por causa de alguma ideia cor de rosa, e por isso estava ali para ver com seus próprios olhos e provar a si mesma sua capacidade.

Mas que não se enganassem com o Q de teste e de provação com que tomara sua decisão. Ela não estava ali para perder, para cair e ser subjugada. Squall estava ali para clamar vitórias e glória por ela mesma, sem fantasmas de seu passado ou o peso de seu sobrenome: Ela era apenas Squall, e como uma tempestade ela levaria tudo o que tivesse em seu caminho e perseveraria acima de tudo. O seu peito queimava e ansiava pelo o que vinha, e a ansiedade não era nada comparada com a sua ambição e determinação naquele instante.

Seguia pelo porto auxiliada por um guia contratado previamente para levá-la diretamente ao torneio, sem rodeios e distrações, como as belas águas de um tom cristalino convidativo que cercava a região. Já havia deixado tudo organizado. Se em algum momento precisasse descansar, iria para o bangalô que havia alugado próximo ao local do torneio, seu cartão era internacional então não teria problemas com compras, e mesmo assim carregava alguns trocados da moeda local, e vestida com apenas uma calça larga esportiva, um tênis de corrida e uma camiseta, carregava em uma bolsa suas vestes para a luta e para passar o tempo no local. Enquanto caminhava apenas se mantinha hidratada com a garrafa de água que carregava em suas mãos nuas, já que mantinha suas luvas presas por uma corda que caía por cima dos seus ombros.

- Quando chegarmos, me leve diretamente para a cabine de informações do torneio Kovu, quero começar a me preparar.

Dizia ao guia, sentando-se no jipe que era usado para leva-la em direção ao local. No caminho, a heroína limitava-se a olhar, por baixo dos óculos escuros, todos os possíveis oponentes que encontrava pelo caminho de forma analítica, imaginando várias formas de lutar contra cada um e perguntando-se sobre o quirk destes. Aah... ela mal podia esperar para entrar no ringue.

--------------------
user posted image
Muscle Manipullation
Pristino
Transformação
Post #6358

Leão Rei de Olhos Prateados

... como vocês falam...

20 Anos

jogado por:

Vampsz

criado em:

23/01/2018

posts in-game:

73

Quote POST LINK May 8 2018, 12:57 PM -
FILIPINAS - 12:30


Estava quente, o céu para o azar de quem estava caminhando a pé não possuia uma unica nuvem para criar nem que fosse uma pequena sombra naquele lugar escaldante, o termômetro da rua marcava cerca de trinta e dois graus Celsius (32º C) o Sol estava um pouco mais ardido na pele uma vez que o vento estava mais para um sutil brisa que mal refrescava em meio aquele calor incomodo, era possivel ver do Jipe que algumas pessoas locais caminhavam pela rua despreocupadas, naturalmente algumas mais bronzeadas dos que as outras, mas algo unanime entre elas era que todos carregavam algo para se refrescar seja um leque, uma garrafa d'agua ou até mesmo um sorvete.

Assim que Alexia entrou no velho Jipe, que apesar do uso era limpo e muito bem conservado , os bancos era estofados e muito bem limpos caso ela reparasse nisso, notaria que existia pouquíssimas manchas e um ou outro rasgo já costurado, o chão possuía um tapete de borracha que talvez na hora correria não fora perfeitamente limpo e via-se alguns grãos de Areia, internamente ele estava tão quente quanto la fora, aquele modelo mesmo com o ar condicionado ligado, por ter algumas aberturas não iria resfriar sua parte interno, nesse momento Alexia ia aguentar mais um pouco daquele calor, o motorista que também trabalhava de guia a contrato da jovem moça, era um rapaz moreno e tinha um porte físico um tanto interessante, não podia se dizer que era um homem sedentario, seu antebraço era definido e seu biceps não ficava tão amostra devido a camiseta que cobria tanto o braço quanto o torso daquele guia, ele usava uma bermuda caqui, simples dava-se para notar que era um homem simples, se Alexia levantasse um pouco a cabeça, iria ver que na camisa do daquele rapaz estava escrito "Lakas Muay Thai" de fato aquela arte marcial era muito desenvolvida naquela região do mundo, Tailândia, Filipinas, Inesiano e afins.

O Gentil homem, assim que ouviu o pedido de sua cliente olhou pelo retrovisor por alguns segundo, ele a reconhecia de algum lugar, não lembrava exatamente aonde tinha visto aquele rosto, ou talvez tivesse enganado e ser apenas uma leve confusão, este homem tinha um traçado um tanto quando rustico em seu rosto talvez devido a luta e o clima daquele lugar, apesar disso o mesmo abriu um sorriso com todo os dentes, ele estava contente de ao menos poder se aproximar daquele incrível torneio, um pouco sem jeito ele coçou seu cabelo curto, cortado a maquina e respondeu a menina com a mesma cortesia do sorriso



-Pode deixar Senhora, chegaremos la rapidinho... - Ele exitou - Senhora, me desculpe a intimidade, mas eu a recordo de algum lugar... enfim a Senhora pelo que vejo vai participar do torneio né, olha nesse folheto tem o link para as regras - Ele levou a mão até o porta luvas enquanto dirigia e retirou um folheto, que a entregou por cima do ombro.

Caso ela pegasse o mesmo iria ver um folhe impresso em papel couché, na frente dele estava a imagem de um grande troféu dourado e escrito em letras garrafais em vermelho com um contorno dourado "ALL FIGHTER TOURNAMENT", como o próprio nome sugeria era um torneio de artes marciais mistas, o fundo azul escuro que dava destaque ao nome e ao troféu um pouco a baixo em letras brancas, grandes o suficiente para ler e não interferir no destaque dizia "Patrocinado por Tagas, Rei do Muay Thay", ao virar o folheto Alexia conseguia ler algumas informações como local, horário e o principal, o link para as regras, ao acessa-lo ela leria o seguinte conjunto de regras:

ALL FIGHTER TOURNAMENT - RULES

1) É estritamente proibido o uso de armas ou equipamentos para aumentar a potencia fisica, mental, moral ou qualquer coisa do genero

2) O torneio se baseia em tres fases:
2.1) Battle Royale - Esta fase iremos usar como peneira para selecionar doze (12) lutadores aptos para lutar prosseguirão o torneio
2.2) Luta de chaveada entre os escolhidos
2.3) Luta final contra o Grande Tagas, atual campeão Nacional

3) O uso de Individualidades esta liberado, desde que este não sejam de emissão.

4) Fica inteiramente proibido matar o oponente, o torneio não se responsabiliza por qualquer complicação fora de suas atividades

5) A escolha de lutadores será por meio de um sistema eletrônico randômico

6) Lutem de forma justa, qualquer regra não classificada acima, será analisada pela diretoria do evento


Lido essas questões estava obvio que um torneio divido em três partes era um tanto quanto estranho e exaustivo, parecia que tudo convinha para elevar a fama daquele homem ou apenas um grande desafio para seus participantes, o carro se aproximava do local uma fila com mais ou menos trinta (30) pessoas todas aparentemente lutadores, alguns com vestes tipicas de seu estilo de luta, no inicio dessa fila existia um imenso estadio onde ocorreriam a todas as lutas, antes dessa entrada todos os lutadores passariam pelo Guichê eletrônico, onde eles colocariam sua digital para se inscrever e aceitar os termos de luta, assim seria impresso um papel com um numero para identificação do lutador e de seu vestiário, do outro lado do estadio, onde os lutadores não poderiam ver uma fila imensa já se formava todo era telespectadores o contador já marcava na casa de quinhentas e noventa pessoas (590) a diferença de numero era gritante, certamente não eram todos os lutadores que se arriscariam nisso, assim o Jipe encostou ao lado da calçada para que a moça descesse, alguns segundo depois que o motorista parou, ele olhou para atras e com o mesmo sorriso simpático disse para ela

-Moça... Boa sorte - Ainda com o sorriso no rosto ele faz um sinal de "joia" com o polegar, era o que ele poderia desejar para ela naquele momento, dali para frente era com ela.

This post has been edited by Vampsz: May 8 2018, 12:59 PM
Zodiark
Pristino
Transmissão
Post #6364

Squall

Ser um herói é persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

18 Anos

jogado por:

Alexia

criado em:

26/02/2018

posts in-game:

50

Quote POST LINK May 8 2018, 01:47 PM -
A Busca pela Glória!


Alexia sorriu de forma simpática ao receber o papel do motorista, e enquanto lia riu baixinho com a possibilidade dele estar a reconhecendo. A parte engraçada seria dizer, qual dos seus lados ele estaria identificando em seus traços? Olhou para o mesmo de soslaio por baixo do óculos:

- Me chamo Squall, você pode estar me confundindo ou não... mas não sou ninguém marcante... ainda. - O sorriso em seus lábios se alargou levemente, e quando pararam próximos ao local com a fila a heroína saltou do jipe, acenando com uma cotinência rápida com os dois dedos na direção do homem: - Me busque no horário do término do torneio ok? Eu não pretendo ficar muito depois que acabar. E obrigada Kovu!

Ajeitou a mala esportiva em seu ombro e virou-se na direção da fila. Ali, jogava um pouco da água de sua garrafa no rosto, deixando escorrer pela sua pele, pescoço e busto para refrescá-la daquele calor infernal, e deu uma longa golada.

O sistema era visivelmente para enaltecer o vencedor atual, que aparentemente tinha bastante orgulho para se colocar como último obstáculo daquela forma. Mas achava falho sua estratégia, aos olhos dela só fazia a queda dele ser maior. Quem o derrubasse não apenas teria o derrubado, como feito o que ele não fez no torneio: passado por todos os outros desafios, e lutado sem ver realmente o estilo do campeão, que teria todas as etapas para estudar seus oponentes.

Sagaz e covarde, era sua definição e conclusão do tipo do homem quando finalmente chegava a sua vez e colocava seu dedo na tela. Sua identidade como Squall era a que surgia, a identidade que havia cadastrado no torneio, e assim que pegasse sua senha ela não demorava-se a seguiria em direção ao vestiário, evitando trombar com qualquer pessoa mas sem se encolher para ninguém: mantinha uma postura orgulhosa e indiferente a todos ali, os óculos escuros podiam esconder, mas os olhos azuis da heroína estavam frios e analíticos. Começava a sentir um leve frio na barriga e ansiedade para começar logo, que apenas aumentava quanto mais ouvia o som das pessoas que estavam do outro lado: o enorme público.

E se conhecesse-se Alexia, sabe-se: ela tem gana pelo palco.


This post has been edited by Alexia: May 8 2018, 01:48 PM

--------------------
user posted image
Muscle Manipullation
Pristino
Transformação
Post #6365

Leão Rei de Olhos Prateados

... como vocês falam...

20 Anos

jogado por:

Vampsz

criado em:

23/01/2018

posts in-game:

73

Quote POST LINK May 8 2018, 05:32 PM -
Kovu, o motorista sorriu de volta quando a menina fez uma pose de vitoria, na verdade o que ela não sabia que ele realmente gostaria que ela vencesse, não exatamente ela, mas qualquer um, Tagas era um homem inescrupuloso e geralmente trapaceava em suas lutas e o pior, os juízes fingiam que estava tudo bem, apesar do corpo bem definido que Kovu tinha e de ter lutado por muito tempo no Muay Thai, graças ao próprio Rei do Muay Thai ficou incapaz de poder continuar graças a uma lesão em seu olho direito causada por uma das nojentas trapaças, todavia sua força era real e deveria tomar cuidado, principalmente por causa de sua Quirk, o motorista encostou a cabeça no volante apertando os olhos, pensando que poderia ter ajuda a menina com alguma informação, quando se lembrou que tinha o celular dela já que para encontra-la precisaram entrar em contato, rapidamente ele enfiou a mão no bolso e apertou para ligar, a tela escura do celular não reagiu, ele tentou novamente e sem sucesso um tanto quanto desesperado deixou o aparelho no banco e procurou em seu porta luvas um carregador e nada encontrou, um pouco irritado levantou a tampa do porta luvas com uma certa violência fazendo-o bater com força, foi então que seus olhos brilharam devido a uma ideia que ele teve, iria correndo para a arquibancada.

Assim que Squall se cadastrou o numero vinte e quatro (24) apareceu sem sua tela e logo o sistema também entendeu quem ela era, claro que como participante e somente, um ticket foi impresso apenas por uma formalidade ou para que ela localizasse o seu vestiário, altiva mulher chamou atenção de um ou outro ali, de fato não teria naquele momento pessoas muito interessantes com exceção de um jovem menino o mesmo não aparentava ter mais do que quinze anos de idade, estava vestindo um calção de boxe branco com contorno vermelho, semelhante ao uniforme ela poderia notar que os tênis próprios para aquela atividade também branco e na lateral uma linha vermelha, em seu pescoço estava preso um par de luvas, seu corpo era bem torneado, os músculos de seu seu abdômen somado ao peitoral e os braços deixavam claro que aquela força não era brincadeira e que ali realmente eram frutos de um treinamento de verdade, este garoto estava um pouco apreensivo ele realmente tinha um rosto inocente e seus cabelos lisos um pouco bagunçado e rebelde aumentava o ar do jovialidade do rapaz, de cabeça baixo ele mexia um polegar no outro enquanto os demais dedos se entrelaçavam, um pouco mais a frente um senhor calvo e de aparência dura gritou o nome do rapaz "Ippo", com um sobressalto o menino sai em direção a sala que chamaram.



Assim que a mesma adentrou a sala, pode notar que não existia muitos luxos dentro daquele comodo que era pintado por um azul claro, um banco, alguns armário enfileirados, uma especie de divã para que os atletas se deitasse e um grande telão, assim que a mesma estivesse na sala o telão automaticamente foi ligado, nele aparecia algumas informações sobre as regras, obviamente parecia estar tudo "claro" e no fim em destaque foi frisado que qualquer situação anormal seria julgado pela organização do evento, vulgo Tagas. Squall logo notaria que uma breve explicação seria passada naquele telão explicava como seria a primeira rodada, a imagem foi alterada para um vídeo aéreo ao vivo do local, aquele canal era exclusivo para os lutadores enquanto o publico assistia uma apresentação totalmente diferenciada e feita para entreter-los, uma voz robótica explicava para os lutadores enquanto a imagem mostrava o campo aumentar de tamanho para comportar o numero de lutadores, enquanto a voz os orientavas:

"Prezados lutadores, iremos dar inicio a eliminatória do nosso torneio, peço que se preparem para um combate massivo, onde todos os participantes irão lutar ao mesmo tempo, todos contra um.
As regras são simples, os doze (12) lutadores que se manterem de pé no fim do tempo de dez (10) minutos irão participar do grande torneio, caso o tempo se esgote e ainda tenhamos lutadores acima do quantidade maxima a arena ira sendo reduzida de tamanho a cada trinta (30) segundo, em dentro de quinze (15) minutos iremos começar, peço que se dirijam para a entrada do palco"
- ao fim da mensagem a tela se desligou e um timer apareceu na tela mostrando o tempo em que tudo iria começar
Zodiark
Pristino
Transmissão
Post #6375

Squall

Ser um herói é persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

18 Anos

jogado por:

Alexia

criado em:

26/02/2018

posts in-game:

50

Quote POST LINK May 8 2018, 07:46 PM -
A Busca pela Glória!


Com a sua numeração em mãos, Alexia seguiu até o vestiário sem se intimidar no fato dele ser misto. Tinha olhos apenas para seu número, seu armário que ela abria e, momentaneamente para o único que havia chamado sua atenção: um garoto que parecia menor de idade. Como heroína preocupou-se por um instante, não sabia se era permitido e sentiu aquele impulso de ir conversar com o mesmo, mas não havia nenhuma regra das poucas que existiam que discutisse a respeito. Admirava, em silêncio, a coragem do rapaz, mesmo que o movimento ansioso dos dedos do visível boxeador denunciasse seu nervosismo.

Escondeu o sorriso de quem divertia-se com o jeito ansioso do garoto atrás da porta do escaninho, enquanto colocava suas coisas ali e retirava o seu uniforme como Squall da bolsa, vestindo-o por cima da camiseta de forma que quando descia a calça, a parte de cima tampava-lhe até pouco acima das nádegas, e sem intimidar-se vestia a calça do uniforme e sua bota, que amarrava firmemente em um nó cego. Admirava a coragem de alguém tão jovem e inexperiente ter as caras de aparecer em um torneio como aquele, mas preocupava-se um pouco com o bem-estar do garoto, mesmo que o nervosismo deste não mostrasse ser um caso de pura presunção ou ignorância, o que a levava a pensar que deveria ter certa cautela apesar da idade do mesmo - até mesmo devido ao físico preparado do rapaz.

Ajeitava mais uma vez os cabelos negros no rabo de cavalo alto, sem deixar nenhum fio escapar e ajeitava sua faixa verde que ajudava na absorção do suor e mantinha a coloração dos seus cabelos negros, e não rosados como de sua identidade como vocalista. Era enquanto dava seus toques finais que notava o senhor que chamava o garoto - de nome Ippo.

Simpatizava-se, mas apenas dava de ombros voltando seu foco para o telão com as regras. Estalou a língua em desgosto com a questão de todo tipo de poder avaliativo estar nas mãos de Tagas, o que apenas reforçava sua opinião perjorativa pelo campeão atual.

Sua vitória contra ele deveria ser absoluta, ou não duvidaria que este daria a desculpa que fosse para cancelar. A primeira fase do torneio seria marcada por um mata mata até sobrar os 12 melhores, e depois dessa bagunça começaria as lutas mais específicas. Ela precisava determinar uma estratégia para não se cansar de mais na primeira fase e não denunciar de mais suas capacidades. O telão escurecia e o timmer começava a contar, e neste instante Alexia ia até uma área onde pudesse se aquecer, deixando os óculos escuros e seus pertences em seu escaninho e trancando-o.

Não tinha intenção de interagir com ninguém, havia ido ali para dar o seu máximo, lutar, superar-se e vencer aquele torneio como uma prova para si mesma de que era algo além do que desejavam que ela fosse. E neste silêncio incômodo a heroína, já vestida, começava uma série de alongamentos enquanto o tempo descia em uma velocidade irritantemente lenta ao seu ver.

Mesmo que lutando em seu âmago para evitar se intrometendo, a heroína não conseguia evitar de procurar pelo garoto novo com os olhos, com certa preocupação. Seus pais sabiam? Ele sabia onde estava se metendo? Um torneio daqueles podia arruinar o rapaz para sempre, e a forma inocente e humilde que ele se mostrava fazia com que Alexia mordiscasse o lábio inferior enquanto se aquecia, preocupada.

--------------------
user posted image
Muscle Manipullation
Pristino
Transformação
Post #6388

Leão Rei de Olhos Prateados

... como vocês falam...

20 Anos

jogado por:

Vampsz

criado em:

23/01/2018

posts in-game:

73

Quote POST LINK May 8 2018, 11:37 PM -
Talvez a sensação de que tempo estava mais lento ali era para todos os presente alem da primeira luta ser extremamente decisiva, pois por um simples deslise tudo o que tinha planejado seria eliminado e a chance de ser mundialmente conhecido passaria, muito daqueles que estavam ali não buscavam dinheiro ou qualquer coisa de valor, ali o que os lutadores mais desejavam era subir um degrau que os colocaria no topo entre os primeiros, marcar o nome na historia com os próprios punhos, possivelmente a essa pressão aumentou drasticamente quando se pode ouvir de forma totalmente audível o grito conjunto de clamor de um estadio totalmente lotado, celebridades estavam ala, milionários e magnatas de todos os tipo, o que a quinze minutos atras eram um pouco mais de cinco centenas, tornou-se quase cinco mil (5.000) pessoas que gritavam por clamor, e nesse minuto uma janela se abriu no canto do telão, nela podia se ver claramente que toda aquela Euforia ela pela presença do grande rei da luta Tagas.


O mesmo estava com seu manto de campão feito totalmente em pele genuína, apesar da distancia que a câmera mudava para obter melhores ângulos dele notava-se que era um homem alto com aproximadamente um e noventa (1,90) de altura, o mesmo trajava apenas um calção totalmente preto sem nem um único detalhe, suas canelas estavam enfaixadas com uma bandagem preta, em seus punho via-se luvas igualmente escurar, eram luvas de quatro (4) onças usadas no famoso UFC, seu corpo era muito bem definido, mostrava claramente que teve um treinamento apropriado uma cicatriz imensa cruzava seu torso indo do lado direito abaixo do ombro descendo em diagonal para o final do abdômen, aquele homem careca possuía um traço realmente intimidador o que se tornava acentuado devido ao tapa olho em seu olho direito.



Ele segurava um microfone em suas mão e falava em alto e claro som, e foi no instante que ele começou a falar que foi possível ouvir a voz grossa e petulante daquele homem pelo telão:

-"AH TODOS QUE POSSAM MEU OUVIR, OUÇAM BEM, EU, EU E APENAS EU SOU O REI DA LUTA, PODEM VIR QUANTOS VOCÊS QUISEREM -com um movimento altivo Tagas ergueu o braço em pose de vitoria, o que fez as pessoas irem a loucura, em meia a gritos audivel se tornava o coro: "TA-GAAAS, TA-GAAAS, TA-GAS

Nesse momento alem do menino que parecia assustado, via-se um olha de um verdadeiro atleta, determinado a lutar até o fim dele, o senhor de calva colocou a mão no ombro dele, pouco se pode ouvir do que aquele senhor de roupas simples e com uma bengala na mão disse, mas a resposta do menino foi clara, apesar de ser em japones
- HAI ! TAIJOU ( SIM ! TREINADOR!

Se Alexia olhasse bem, ela notaria que a grande maioria ali tinha preparo, alguns notavelmente não o suficiente, outros já tinham sido tomados pelo desespero ficar entre os doze (12) aparentemente não seria problema se ela tomasse as atitudes corretas entre se preservar o máximo ou brilhar intensamente logo de cara, essas escolha cabia a todos naquele lugar, alem do jovem Ippo que estava colocando suas luvas outros dois atletas se destacavam pela sua postura, um deles era um senhor que olhava para fixamente para a tela mesmo que ela apenas mostrasse o tempo, aquele senhor não era musculoso e tinha uma estatura normal que não deveria passar de um e sessenta (1,60), aparentava ter mais ou menos seus sessenta e cinco anos (65) possivelmente identificado pelos traços bem marcados de suas rugas, o que se destacava era sua imensa barba que aproximava no meio de seu peito, ela era branca igualmente seu cabelo que era preso por um coque sustentado por uma rede adornada em seu elástico com bolinhas, caso tivesse a oportunidade notaria que aquelas bolinhas tinham alguns ideogramas, usava uma roupa tipica de kung fu em um tom roxo escuro, um destaque especial era que apesar de olhar para telão seus olhos eram completamente brancos, indicando clara cegueira.



Outro que estava tranquilamente deitado no divã não esboçou a menor reação quando a tela passou as imagens e o som, o mesmo estava cantarolando enquanto gesticulava com o dedo pelo ar, não precisava ser nem um especialista que aquele homem de roupa chamativa não era um lutador que seguia as regras, usava uma bota de cano alto estilo cowboy preta com um desenho de um diamante bem no bico, a calça jeans de um tom purpura era extremamente colada a suas pernas parecia um tanto difícil de se mover, mas apenas parecia. Seu torso era coberto por um collant também purpura, ele estava com a cabeça inclinada para trás, o que fazia muito bem cortado ficar um pouco caído junto com sua echarpe cor de rosa, seus olhos percorriam o que dava no seu angulo de visão e a ultima coisa que lhe interessou foi pequeno show de Tagas, o "carnaval-ambulante" apesar de parecer debochado tinha braços e pernas musculosas, seu torso era largo e firme e seus um noventa (1.90) de altura pareciam acentuar sua elasticidade, se o seu olhar se encontrasse com o de Squall e mesmo possivelmente faria alguma gracinha como piscar, ou mandar um beijinho pelo ar, talvez ele se sentisse confortável em mexer com ela visto que era a unica mulher ali dentro ou apenas um ousado



Assim que o telão teve seu timer zerado as luzes se apagara, ao redor do roda pé se acenderam deixando todo o ambiente a meia luz, era claro o suficiente para andar sem esbarrar em ninguém, algumas setas brilharam no piso indicando o caminho, conforme seguisse iriam chegar ao corredor pouca coisa mais claro que o comodo anterior as setas ainda indicavam o lugar, seguindo-as todos dariam de frente para outro corredor que vira a para esquerda, no mesmo tom "meio claro meio escuro" todavia ia ficando claro devido a luz que vinha no seu final junto com a emoção das pessoas, assim que todos saissem as luzes indicavam pelo chão os caminhos que cada um deveriam tomar, aquelas setas se tornavam números para cada indicação eles iam como se fossem hologramas se movimentando na medida que o atleta andasse junto que no final posicionaria a todos em um circulo com uma media de quinze metros (quinze) de distancia um de cada.

Os confetes voavam e o publico comemorava, do camarote localizado exatamente no meio da arquibancada estava Tagas sentado com seus largos braços cruzados observando a todos com superioridade que aumentou quando ele se levantou exibindo o cinturão de campeão o largo cinto preto exibia em seu centro um brasão dourado com uma planeta em forma de luva, o publico estava em ecstasy um buzina alta pode ser ouvida, Squall não teria mais do que alguns segundo para notar que não tinha quatro pessoas desistiram e ali não estavam todos, o velho se manteve imóvel quando um lutador de karatê e um homem gordo correram em dupla para ataca-lo, habilmente em um piscar de olhos aquele velho mostrou que suas habilidade condiziam com sua aparência, um mestre. Apenas com um passo para trás e um movimento em semi arco fez com o braço fez com que aqueles dois se chocassem de forma violenta, o impacto foi tão forte que ambos desmaiaram, o velho apenas parou estático, os outros dois também se destacavam, o jovenzinho mostrava sua raça enquanto trocava socos com um outro homem com luvas de boxe e outro desviava dos golpes rápidos de um um praticante de kung fu (estilo serpente).

Contra Squall, um homem gordo com mais ou menos o dobro da largura dela se aproximava com um sorriso malicioso e estralando os dedos, pela tanga que vestia deixava claro que era um lutador de sumô, seu caminhar se tornou uma corrida a intenção dele era empurra-la para fora da arena com um investida usando o ombro.

Musica Sugerida

This post has been edited by Vampsz: May 8 2018, 11:46 PM
Zodiark
Pristino
Transmissão
Post #6395

Squall

Ser um herói é persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

18 Anos

jogado por:

Alexia

criado em:

26/02/2018

posts in-game:

50

Quote POST LINK May 9 2018, 12:52 AM -
A Busca pela Glória!


O som dos gritos da multidão criavam um coro que parecia tremer o ar e o chão de forma pesada, como se as paredes e o chão quisessem fazer com que Alexia sentisse a pressão da multidão que aguardava do lado de fora; da multidão que olharia para o palco e enxergaria o nascer e o crescer da tempestade.

Um arrepio subia pela espinha da heroína ao mesmo tempo que um sorriso largo crescia em seus lábios. Os olhos azuis queimavam em determinação, e o coro do público do lado de fora era a gasolina para o fogo que ela sentia crescer cada vez mais dentro de si.

A imagem do homem enorme e atlético que aparecia no telão não intimidava a heroína em forma alguma. Ele era apenas um estereótipo errado e falho, um covarde se escondendo atrás de um cinturão que em breve perderia o clamor e a glória sobre os punhos da heroína. Deu as costas para o telão, o sorriso amplo em seu rosto se fechava em uma expressão compenetrada enquanto seguia seu caminho para perto da porta.

De braços cruzados e escorada na parede próxima a saída para a arena, Squall observava os lutadores e tirava suas conclusões, enquanto sentia cada vez mais sua ânsia pelo palco aumentar.

Ippo tinha um treinador, então provavelmente sabiam no que estavam o metendo, e aquele olhar... sim, ela não o subestimaria.

Dentro os restantes, via a maioria já eliminada com o desespero da ansiedade em seus olhares e a falta de confiança, mas saltava-lhe aos olhos, de cara, o velho senhor com porte de mestre. Ele era alguém que visivelmente deduziria ser ágil, traiçoeiro... pela sua roupa, diria que ele seria um excelente usuário do estilo da cobra, mas que se levasse um bom golpe não haveria conversa.

De soslaio olhou para o homem deitado no divã de forma confortável, que assistia a apresentação de Tagas. Conhecia esse tipo. Na verdade, seu primo seria o típico sujeito daquela forma. Cheio de confiança, de surpresas e completamente imprevisivel em combate. O sujeito lhe mandava um beijinho no ar. Sim, era igual ao seu primo. Não o deu atenção, apenas desviou novamente o olhar agora focando apenas a saída para o palco.

Ali ficava, encarando o timer com o olhar ansioso e fogoso, enquanto seus dedos batucavam no braço de forma inquieta o tempo que passava. Quando zerava e as luzes se apagavam, o chão acendia para guiá-los, e Squall era a primeira a seguir o corredor com passos tranquilos.

A luz aumentava a cada passo que dava em direção ao final do corredor curvo. Seu coração batia mais forte. O grito da multidão que tremia o chão e as paredes agora parecia retumbar no ar e fazer o corpo inteiro de Squall arrepiar a cada onda. Seu peito bateu mais forte novamente. Os olhos azuis se incendiavam de uma determinação feroz e os passos tranquilos se tornavam uma breve corrida.

A luz do fim do túnel cegava-lhe momentaneamente até que sua visão acostumasse com a iluminação. O sorriso determinado no rosto da heroína era direcionado ao público, acostumada aos holofotes, e acenava para todos de forma firme enquanto seguia as luzes na direção do seu número. Parada no seu lugar enquanto aguardava todos chegarem, encarou Tagas diretamente com o sorriso no rosto, os olhos azuis brilhando no cinturão que para ela significava mais do que ser a campeã nacional.

"Eu vou derrubar a sua máscara."

Riu baixo com sua própria promessa e virou-se para os lutadores que estavam próximos. Flexionava os joelhos espaçando os pés um do outro e posicionava a mão direita em frente ao corpo com a palma para a frente, e a esquerda recuada na altura da cintura com a posição de pata-de-urso.

Os oponentes que havia notado anteriormente mostravam sua glória e afirmavam a análise prévia que a lutadora havia tido destes, mas sua atenção não ficava neles por muito tempo já que o gordo que se aproximava parecia pensar que, por se tratar de uma garota e magra, ele teria chance com toda aquela velocidade.

Sorriu de canto, utilizando de seu quirk para aprimorar seus reflexos musculares gerais para que tivesse o timming perfeito, e quando o homem correu em sua direção, Squall apoiou-se no seu pé da direção em que o sujeito daria o próximo passo, lançou-se rapidamente em uma finta para aquele lado dando dois passos e usando do próprio movimento da sua finta para girar o seu corpo em uma rasteira no pé ainda no ar do lutador, e ao mesmo tempo esquivar-se da investida deste.

Era apenas um chute naquele pé que faria o mesmo perder o equilíbrio facilmente com o jogo de aceleração, peso, e pelo fato daquele ser o ponto de equilíbrio que o mesmo contava, mas seu movimento terminaria, em fato, quando ao final do giro ela levasse a mão esquerda, que estava recuada na altura da sua cintura, em um golpe preciso no centro das costas do lutador para lançá-lo para fora da arena e terminar de tirar o equilíbrio do lutador de sumô.

Se notasse que ele poderia tentar agarrá-la no meio do movimento, usaria da sua flexibilidade corporal para inclinar-se em um ângulo suficiente para continuar a esquiva, e assim prosseguir com o seu plano de golpe.

Mas caso não houvesse como realizar esta esquiva pela altura da qual viesse o braço do lutador e velocidade, Squall ao em vez de continuar a esquiva iria saltar com os pés na altura do peito do homem, usando de uma pequena explosão muscular para ser rápida o bastante sem ser pega, e enquanto um dos pés apoiaria-se no peito do lutador, escalando-o dessa forma, o outro continuaria o caminho com velocidade e potência em um chute de baixo para cima no queixo do lutador no ângulo que os lutadores de boxe costumavam dar para nocautear em seus oponentes. Terminaria o movimento andando por cima do homem, e saltando pelas costas deste.

Continuava atenta a qualquer oponente que pudesse surgir e vir em sua direção, pronta para esquivar se necessário ou bloquear usando de seus braços, que mantinha em estado body steel para se proteger.


O chute é equivalente ao primeiro do gif a seguir.user posted image


This post has been edited by Alexia: May 9 2018, 12:56 AM

--------------------
user posted image
Muscle Manipullation
Pristino
Transformação
Post #6401

Leão Rei de Olhos Prateados

... como vocês falam...

20 Anos

jogado por:

Vampsz

criado em:

23/01/2018

posts in-game:

73

Quote POST LINK May 9 2018, 09:47 AM -
Squall estava certa, aquele lutador de sumô era apenas mais um no meio de tantos e certamente seria um inimigo irrelevante, ficava claro isso pois o primeiro momento daquele homem foi subestima-la e de fato esse foi um erro fatal, seu avanço desenfreado certamente se a acertasse a empurraria, o que ele não espera era a agilidade daquela garota e um instante ela se esquivou daquela fulminante ombrada e como se dançasse em meio ao palco ela chutou o pé de que estava se levantando para dar o próximo passo, o timming foi perfeito, o simples movimento da lutadora fez com que o gordo arrogante acertasse a testa com extrema força, o que gerou tamanho impacto foi mais o movimento descuidado daquele lutador, correr desenfreado por julgar que seu alvo era fácil, o desequilíbrio somado ao peso e a velocidade foi fatal para ele, aquele homem não precisaria nem sair da arena e isso ficou claro para Squall, pois seu inimigo alem de estar imóvel uma poça de sangue surgia ao redor de sua cabeça, a indiferença dos "juízes" era clara, todos olhavam para Tagas antes de tomar uma decisão

Um telão em forma de cubo começava a descer no centro da Arena suspenso por hastes de ferro, naquela tela aparecia a lista de todos os lutadores acompanhado por uma foto, os eliminados tinham seu nome e foto acinzentados indicando clara eliminação, existiam apenas dezesseis lutadores espalhado pela Arena e notavelmente alguns evitam se enfrentar, pois reconheciam que as habilidades de alguns, Ippo estava tendo um pouco de dificuldade com contra um capoeirista que abusa dos chutes e gingados, caso Squall se desse ao trabalho de reparar no menino, veria que seus olhos tinham um brilho verde um tanto diferente e no momento que o capoeirista desferiu um chute giratório, o garoto se abaixou, usando as forças da perna subiu de aplicando um gancho no queixo do outro lutador, visivelmente o impacto foi colossal, o sangue jorrou pela boca do capoeirista.

Um vulto ligeiro passou pelas costas da garota, se sua atenção estivesse em Ippo ela não conseguiria deduzir mais que um vulto, mas caso tenha ignorado a performance do menino boxeador ela veria que o vulto era um homem alto e usava roxo, ela poderia sentir um leve tapinha em suas nádegas, acompanhado de um sussurro malicioso em seu ouvido

- Hmmm... Belos músculos - a voz estava cheia de deleite

Dito isso, a reação natural de qualquer um seria virar-se, se feito ela poderia reconhecer Josephitillia atras dela, aquele homem se movia em uma velocidade acima do normal ela poderia notar que conforme se afastava em tamanha velocidade os músculos de suas coxas vibravam, ele deu uma leve piscadinha pra e com a cabeça indicou para frente enquanto se afastava rapidamente dela, a indicação foi para avisa-la da aproximação simultânea de dois inimigos, um deles parecia um lutador de Taekwondo e o outro um praticante de Jeet Kune Do, ambos eram cautelosos esperavam um momento certo para que ambos atacassem em conjunto, eles não a subestimaram ambos olhavam nos olhos de Squall em um avanço rápido o lutador de TK avanço com um chute alto, ela podia notar que a perna dele tinha uma cor metálica, possivelmente sua quirk permitia transformar partes do seu corpo em metal e obvio que um golpe daquele seria o equivalente a levar um golpe com uma barra de ferro a aproveitando o golpe do seu recém aliado o usuário de JKD se aproximou por baixo ele posicionou o punho na altura da cintura e desferiu um soco visando acertar o diafragma da menina, enquanto o golpe esta sendo preparado ela pode notar que as pernas e o punho a meia altura estavam torcidos completando quase duas voltas, ao desferir o golpe aqueles membros destorceram-se para gerar uma força rotacional maior.
Zodiark
Pristino
Transmissão
Post #6409

Squall

Ser um herói é persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

18 Anos

jogado por:

Alexia

criado em:

26/02/2018

posts in-game:

50

Quote POST LINK May 9 2018, 07:05 PM -
A Busca pela Glória!


A queda do homem enorme era vista quase em câmera lenta enquanto Squall se movia para sair pelas costas deste em um movimento contínuo. A lutadora só tinha olhos para aqueles que permaneciam em combate, e o homem desacordado no chão com a fratura craniana causada por sua própria presunção não seria mais um problema.

Aquela pequena fração de tempo gasta com o homem havia sido o suficiente para que a peneira mandasse toda a farinha rala para o chão, e metade dos competidores iniciais estavam de pé. Rapidamente tomava notas das pessoas que via de pé, atentando-se rapidamente para como o rapaz boxeador ainda se mantinha de pé, mas mais preocupada com sua própria situação não parava para estudá-lo. Não havia feito tal coisa, um dos pontos para ela durante aquele torneio era aprender a lidar com o inesperado, ter a resiliência necessária para perserverar mesmo diante da surpresa: uma das características essenciais de um herói.

Mantinha sua postura atenta com os reflexos apurados, e na hora que sentia o vulto em suas costas, identificava o mesmo sujeito de antes vestido de roxo, e o toque dele em suas nádegas fazia com que ela virasse na mesma hora com os olhos azuis abertos, surpresos.

"Ele é rápido."

Ignorava completamente o comentário do homem, e no instante que virava para dar um golpe sem utilizar de seu quirk para acelerar-se, ele já havia se afastado. As coxas dele vibravam, e ali identificava uma particularidade do quirk dele: não seria um oponente fácil. Mas o objetivo deste visivelmente não era lutar com ela, ele atraía sua atenção para os dois lutadores que se aproximavam com o intuito de derrubá-la em conjunto.

Não era hora de lutar com os mais fortes, era hora de eliminar os mais fracos e poupar energias para a parte mais difícil. Era esse o pacto invisível que havia se formado na arena. Com esse pensamento a heroína virou-se na direção dos dois lutadores.

Mais uma vez afiou os seus reflexos musculares com seu quirk para ter o melhor timming, e com a forma com a qual os dois oponentes vinham em sua direção, espaçou mais os pés e abriu as mãos em palmas: uma mais a frente e outra recuada perto da cintura mais uma vez. Acompanhava o movimento dos seus oponentes com atenção, a cautela deles era visível, assim como a forma que o lutador de JKD girava para carregar e potencializar seu soco. Eles viriam com tudo.

Respirou fundo, e se deixou reagir aos golpes que vinham. Abaixava a cabeça e inclinava o corpo para trás com sua flexibilidade natural de seu Quirk, a fim de evitar o chute, e simultaneamente levava a palma da mão para trás do chute metálico, carregando e redirecionando o chute na direção do lutador de JKD. Mas aquele não era seu único movimento, os olhos azuis estavam atentos para o soco que vinha potente e, ao mesmo tempo que fazia aquele movimento para carregar o golpe do rapaz, jogava seu corpo no ar, de forma a passar entre os dois golpes e empurrar o punho do rapaz por baixo do seu corpo com a mão que até então estava na altura da sua cintura; lançava-se entre os dois golpes, usando do seu movimento e flexibilidade para girar e empurrar os golpes de cada um para o outro, caindo no chão com os dois braços e se lançando de ponta cabeça para longe dos dois, como se fosse uma estrela, mas com uma velocidade maior - utilizava uma pequena explosão muscular para não dar brecha para eles naquele instante e se afastar rapidamente.

Se conseguissem evitar que ela realizasse esse counter, não conseguindo levar a perna do lutador de TK ela usaria uma explosão muscular para dar um chute rápido do lado do lutador de JKD na direção do de TK, empurrando ele pela cintura com uma força monstruosa e o outro sujeito também. Se o problema fosse na hora de empurrar o soco que viria em rápida velocidade, Squall iria tentar agarrar a perna do de TKD que empurrava na direção do outro, e usar dela de apoio para se puxar e esquivar-se do golpe, terminando sempre no fim se impulsionando para longe de forma que pudesse ver seus oponentes mais uma vez.

- Vamos lá garotos. Se vocês não conseguem lutar por vocês mesmos, não deveriam sequer pisar nesse ringue. Vão treinar e depois a gente conversa.

Disse com simplicidade, direta e sutil como um trem, ainda atenta aos movimentos deles com os seus reflexos aprimorados. Não desativava essa pequena parcela de transformação do seu quirk.


--------------------
user posted image
Muscle Manipullation
Pristino
Transformação
Post #6427

Leão Rei de Olhos Prateados

... como vocês falam...

20 Anos

jogado por:

Vampsz

criado em:

23/01/2018

posts in-game:

73

Quote POST LINK May 10 2018, 11:12 AM -
Realmente, Squall estava totalmente certa. A primeira fase do torneio não era nada mais do que uma separação de joio e trigo, a pior parte certamente seria o verdadeiro torneio de um contra um e ali sim ela teria que enfrentar verdadeiros lutadores com capacidades muito alem do imaginado e esses mesmo que assim como ela brincavam com os adversários o telão já marcava apenas quatorze (14) lutadores eliminados com a eliminação dos dois remanescentes que a jovem enfrentava concluía-se a primeira parte do evento, alguns lutadores já poupavam força e energia, não precisava ser muito esperto para saber que com a eliminação de dois entre aqueles três lutadores que se encontravam no meio do embate a primeira faze seria terminada, todos já suspiravam aliviado, menos um o senhor com jeito de mestre mesmo cego sua atenção era voltada para aquela luta, ele ouvia tudo os passos, os batimentos cardíacos e até mesmo o deslocamento do ar, outros prestavam no grande cubo suspenso que marcavam ainda cinco (5) minutos de luta dentro de um ringue poderia ser equivalente a um round inteiro.

Squall foi bem sucedida ao empurrar aquele chute que graças a individualidade do lutador de TK tinha se tornado uma barra de ferro, era uma pena, os lutadores a levaram a serio e não imaginavam que existia um abismo entre suas habilidades, o violentíssimo chute acertou em cheio o rosto do lutador de JKD que preparava o seu soco extremamente potente, o golpe redirecionado acertou o queixo do homem que se retorcia fazendo o seu soco ser interrompido e devido ao impacto em uma área sensível ajoelhou-se inconsciente e sem alguns dentes na boca, o lutador de TK assustou-se quando acertou seu companheiro temporário, não era tão simples assim coordenar golpes com alguém que você acabará de conhecer, duplas de combatentes treinam por horas e quiçá anos para que seus combos em conjunto sejam totalmente eficazes, o estado estático do lutador pouco preparado apenas confirmou a passagem da garota que habilmente praticou uma acrobacia, o TK assim que pousou no chão virou-se rápido, assustado e desprevenido sua pose de luta vacilou ele certamente se esqueceu que aquela fase não era um contra um, ele engoliu seco o deboche da garota, o pobre coitado não teve nem tempo de reagir, aquele senhor que anteriormente que só observava avançou em direção a ele e em instantes estava na lateral desprotegida, com a ligeira aproximação o lutador de forma desengonçada tentou dar um soco com as costas da mão fazendo seu tronco girar, o mesmo ainda estava afetado com a ação de Squall e nem ao menos lembrou de ativar seu poder.

O mestre lutador abaixou-se a uma meia altura tomando a postura como se estivesse montado em um cavalo, conhecida como Mapu em instantes ele mudou com rapido jogo de pernas moveu a perna direita para tras e a esquerda para a frente, ele se apoiou unicamente na perna traz erguendo o corpo novamente enquanto a perna esquerda se erguia ao mesmo tempo que com as mão aquele senhor fazia um movimento espira com ambos os braço aproximando as mãos próximo ao peito, no exato instante que aquele arco se concluiu seu pé esquerdo pisou firme no chão e então ele desferiu de forma veloz e com apenas usando a ponta do dedo indicador esquerdo cinco (5) golpes mirando o tronco desprotegido que aquele giro imprudente causou, os golpe apesarem de ser com apenas um dedo acertavam pontos vitais como figado, rim e baço no instante que os golpe foram dado, recuou seu braço direito e da mesma forma acertou entre a quarta e a quinta visando diretamente o pulmão, o impacto foi tão forte que arremessou o pobre rapaz para fora da arena.



No instante que o TK tocou o chão o telão exibiu uma mensagem "1ª Fase Finalizada" em sequencia o nome de todos os lutadores remanescentes, aquele velho virou o rosto para a menina e a encarou com aqueles olhos totalmente brancos por alguns segundo e disse:

- Espero que tenha treinado o suficiente, garota. - Assim que concluiu as palavras, virou de costas e caminhou em direção ao vestiário novamente.

Em sequencia da ação daquele senhor, uma voz ecoou por todo estadio avisando ao lutadores vencedores que em dentro de uma hora fariam o sorteio e para aqueles que quisessem seria servido alimentação e cuidados médicos, uma a uma começavam a ser retirarem e irem para o seu merecido descanso, um grupo de ambulâncias em prontidão começou a atender aqueles que foram feridos, se ela observasse talvez por preocupação seu ultimo adversário parecia bem e um tanto desolado, o paramédico deu um tampinha no ombro dele e sorriu, o pobre amador se levantou e deu no máximo dois passos quando um grande volume de sangue começou a sair de sua boca e se espalhar no chão, logo foi socorrido, mas não adiantou ele caiu, assustado o paramedico colocou a mão no pescoço do mesmo afim de sentir sua pulsação e logo olhou para um auxiliar movimentando a cabeça de forma negativa.

A mesma voz que anunciou, antes de qualquer questionamento que a morte do lutador de TK foi após a luta, sendo assim não haveria desclassificação, alguns lutadores ficavam estáticos, outros ignoravam a morte do rapaz e caminhavam para seu vestiário.
Zodiark
Pristino
Transmissão
Post #6440

Squall

Ser um herói é persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

18 Anos

jogado por:

Alexia

criado em:

26/02/2018

posts in-game:

50

Quote POST LINK May 10 2018, 02:51 PM -
A Busca pela Glória!


O choque do rapaz com suas palavras poderiam ter interpretado errado sua intenção, mas simplesmente não importava. A desatenção dele era punida com severidade e Squall pode apenas acompanhar o massacre dos golpes sequenciais em velocidade absurda que o mestre dava no garoto. A forma que ele o fazia era...

!!

O golpe terminava com uma enorme aceleração e poder, lançando o rapaz para longe de forma desnecessária, a preocupação latejou em seu peito de heroína enquanto o grupo dos doze finalistas era decidido naquele instante; o garoto já havia perdido, e o movimento do velho era um overkill. Não conseguia comemorar, via a gravidade do que o velho havia feito e não era do seu feitio ignorar uma ação de caráter gratuito como aquele. O olhou de forma afiada enquanto escutava, mas apenas ignorou o sujeito, sua preocupação agora estava em outro.

Saiu acenando para o público e assim que deixou o palco correu em direção ao lutador de Taekwondo, apenas para vê-lo sendo tratado com seu treinador:

- Hey... você est- - Interrompeu-se, enquanto via o mesmo se contorcer para frente e vomitar uma quantidade alarmante de sangue. Sabia o que significava. O rapaz caiu no chão, estava morto como ela imaginava, o homem deveria ter estourado seus órgãos e causado uma hemorragia interna. Por um instante ficou pálida, em pesar, seu peito apertado de as últimas palavras que havia dito para o rapaz que teria tanto potencial serem tão duras. Rangeu os dentes com a resposta dos juizes aquilo e os olhos azuis passaram de determinados e fogosos para tempestuosos, dirigindo-se na direção do velho com passos largos. Era assim que aquele torneio seria, hã?!

- VOCÊ! - Gritou na direção do homem, sua voz projetada fortemente capaz de chamar atenção de quem estivesse por perto. Pararia a um metro de distância do velho - Ele já estava derrotado, você fez mais simplesmente por exibição. Ele tinha muito pela frente! Mas você matou aquele garoto, sem hesitar, e sabia o que estava fazendo - Respirou fundo, sua voz agora soava mais tensa e intimidadora, enquanto mantinha o contato visual com aqueles olhos esbranquiçados - E se você acha que vai sair daqui com as mãos limpas... pense de novo. Porque eu vou te chutar para a cadeia onde criminosos como você deveriam estar. - Ela basicamente rugia para o velho, sem conseguir conter sua indignação e fúria pelo o que ele havia feito e saía, dizendo por cima do ombro ainda da mesma forma: - Guarde minhas palavras velho, eu, Squall, vou te derrubar. Vai desejar que eu não tivesse treinado.

Apontou para si mesma com o dedão, e sem abaixar sua guarda continuou a caminhar da mesma forma furiosa que antes. Estalou a língua com raiva, sentia suas mãos tremendo de ódio pelo o que havia ocorrido, e assim sentaria-se na sessão de alimentos que estavam sendo servidos antes da próxima fase. Iria se alimentar bem, visto que seu quirk utilizava de gordura e carboidratos, então assim fazia uma reserva de energia e evitava um caso de hipoglecemia se precisasse dar o seu máximo.

Tomava o cuidado de não comer nada que alguém pudesse ter tocado além da equipe, afinal não sabia que outros tipos de truques poderiam estar acontecendo ali. Mais do que nunca, estava determinada a vencer aquele torneio. E se não o torneio, definitivamente mandaria aquele velho para onde ele pertencia... só precisava revelar sua intenção assassina de alguma forma durante a luta.

--------------------
user posted image
Muscle Manipullation
Pristino
Transformação
Post #6445

Leão Rei de Olhos Prateados

... como vocês falam...

20 Anos

jogado por:

Vampsz

criado em:

23/01/2018

posts in-game:

73

Quote POST LINK May 11 2018, 01:52 PM -
Gen, esse era o nome do assassino de fato aquele senhor quando decidiu eliminar o menino foi justamente pelo que ela tinha falado e somado totalmente a reação que o jovem TK teve, era inconcebível que um lutador se portasse daquela forma medrosa e totalmente despreparada e a ação daquele senhor apenas coincidiu exatamente com o que ela tinha dito aquele torneio não tinha espaço para despreparados e todos ali estavam cientes que algo ruim poderia ocorrer, ele não se importava se ela tinha ou não a intenção de ofender ou provocar o lutador novato, as palavras não possuem sentimentos quem da "vida" a essas palavras somos nós humanos, era isso que ele achava, o idoso caminhava tranquilamente ele em direção ao vestiário, alguns lutadores o olhavam receosos, outros da mesma forma não se importavam com as ações daquela estripe.

Quando Squall se aproximou daquela forma violenta e agressiva, bradando palavras que para ele não fazia o menor sentido, ela tinha proferido tais palavras como "exibição" e "Saber o que estava fazendo" o par de esferas brancas que ele possuía no rosto fitavam a menina, de fato ele não estava a vendo, mas conseguia ouvi-la e então respondeu

- Entendo, então você é do tipo que fala sem pensar, deixe-me entender criança, você como uma artista marcial veio para um dos maiores evento de luta esperando piedade ou qualquer coisa do gênero, acredita mesma que meus golpes foram mais letais que suas palavras, eu não preciso de olhos para saber quem realmente o matou.- Ele falava mexendo em sua barba, assim que concluiu virou de costas e saiu andando, alguns passos depois ele parou e a olhando por cima do ombro retomou - Como disse, esteja preparada também menina. - Voltou a caminhar tranquilamente

A Variedade de comida não eram muitas, em cima de um balcão no canto existia uma bandeja com frutas, algumas variedades como maçãs, peras e alguns pêssegos todos com uma aparência saudável e maduros, ao lado existia uma tipo de panela com um pequeno aquecedor em baixo, dentro dela era possivel ver que existia carne, Squall poderia identificar aquele alimento como um tipico lagarto ao molho madeira e um pouco mais ao lado o mesmo modelo de recipiente com arroz integral, era uma alimentação simples para os convidados, Tagas não tinha o menor escrúpulo para conseguir as coisas, todavia queria ao menos que seus pequenos porquinhos engordassem mais na hora de enfrenta-lo. Como sempre foi dito "O Seguro morreu de velho" e por mais que a jovem lutadora talvez nunca tivesse ouvido essa frase, ela seguia aquilo a de uma forma excelente, ninguem tentaria envenena-la ou intoxica-la, mas como já dito, o seguro morreu de velho.

O Telão novamente brilhou, mostrando chaves da segunda rodada e um timmer acima mostrando aproximadamente trinta (30) minutos, intuitivamente todos saberiam o que deveriam fazer, as lutas seriam feitas uma por uma, possivelmente Alexia/Squall desejava enfrentar o velho mestre e isso apenas ocorreria na final, caso ela vencesse todos obviamente seu primeiro oponente aparecia com o nome de Josephitillia e com o rosto do mesmo homem abusado que tinha lhe assediado e no mesmo momento que ela lia pode ouvir um sussurro vindo por trás de seu ouvido:

- Parece que vamos nos enfrentar, fica tranquila, a primeira vez comigo é inesquecível - Assim que ela olhasse para trás veria o homem sorrindo.

Logo o relógio se aproximava de seu horário fatídico, diferente da primeira vez não hoje aquele apagão, a mesma tela que brilhava mostrando as chaves, agora aparecia os numero dez e vinte quatro (10 e 24), um leve riso de deboche foi solto da mesma direção que homem se direcionou para a saída do vestiário, o caminho para o a arena foi tranquilo logo a sua frente com uma media de quarto a cinco metro ( 4 ~5 ) de distancia ela poderia ver a silhueta de seu adversário, Squall por ser uma mulher sagaz notaria sem a menor dificuldade a musculatura de seu adversário, alem de larga e bem definida ela poderia notar (uma vez que a questão de músculos é com ela mesmo) que essas fibras musculares dele eram bem irrigadas e elásticas, certamente seria uma luta difícil.

This post has been edited by Vampsz: May 11 2018, 02:22 PM
Zodiark
Pristino
Transmissão
Post #6467

Squall

Ser um herói é persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

18 Anos

jogado por:

Alexia

criado em:

26/02/2018

posts in-game:

50

Quote POST LINK May 11 2018, 07:39 PM -
A Busca pela Glória!


As palavras do velho para afetá-la não atingiam o coração da heroína que tinha a mente forte e preparada. A forma distorcida do velho de pensar e de usar as suas palavras como cobras apenas para fragilizá-la não funcionavam. O olhou cortante, maneando a cabeça em negativa em visível censura para o tipo dele.

Não precisavam mais de palavras, cada um seguia seu rumo. Conversariam de uma forma que os dois entendiam, no ringue. E com esse pensamento seguiu até a parte da alimentação. Ela se alimentava bem com o lagarto ao molho e um pouco do arroz, forrando com um pouco de pêssego no final. Tinha energia o suficiente armazenada, e depois disso sentou-se no divã e ficou aguardando... aguardando até o telão brilhar mais uma vez.

As chaves estavam feitas, e para enfrentar o velho teria que vencer todas as lutas e ele também. Tinha o pressentimento que ele não cairia, mas não podia dizer o mesmo do homem de roxo que se aproximava. Ela o derrubaria com tudo que tinha se fosse necessário, mas colocaria aquele velho no chão. Ergueu-se e começou um novo alongamento, sem dar muita atenção para Josep.

Riu em meio aos seus alongamentos, esticando um dos braços na direção do homem, de forma a forçá-lo a se afastar

- Me desculpe, mas você falando parece o meu irmão. Não dá para levar a sério - Referia-se ao Johnny como irmão, e de fato a relação deles era quase assim: - Mas... - Terminou torcendo de leve o pescoço para cada um dos lados antes de seguir ao lado do homem, dando um tapinha em seu ombro:

- Tenho certeza que não irá esquecer. - Piscou para ele, apenas para provocar com um sorriso divertido nos lábios. Não tinha interesse nenhum no homem, mas não queria ser uma chata pra alguém que, apesar de ter se aproveitando da situação, tivesse reconhecido nela uma oponente e até a "auxiliado" ao mostrar os oponentes.

Continuou seu caminho até a saída pra arena, esperando sua vez enquanto ouvia a multidão lá fora. Os gritos e a energia que eles passavam eram como gasolinha, e ela queria incendiar aquilo e se sobressair acima de todos. Suas chamas seriam as mais altas, e iriam limpar a sujeira que aquele torneio carregava. Não se tratava mais apenas da sua glória.

Telão brilhava, e como se a fortuna ouvisse seu clamar pelo palco, era seu número que brilhava no telão. Prontamente seguiu o caminho, e assim que saía para o público acenava para todos, enquanto corria para a sua posição. Um sorriso crescia em seus lábios e ela mostrava-se completamente simpática aos espectadores, e ao parar em sua posição na arena aquele mesmo sorriso se tornava desafiador. Os olhos azuis agora encarando o lutador à sua frente.

Os músculos do homem relatavam parte de seu estilo de combate além do que havia notado de seu quirk: flexibilidade.

Sentia o arrepio subir pelas suas costas enquanto alterava seus reflexos musculares em seu corpo inteiro, enrijecendo sua musculatura e criando uma armadura natural. Era uma transformação pequena de seu quirk, mas extremamente eficiente principalmente para aquela situação. Ele viria até ela, mas não contaria com a velocidade que seu corpo conseguiria reagir.

Ficava em postura de luta, dessa vez seus dois punhos em frente ao corpo, um mais a frente e o outro recuado. As mãos semiabertas e ela começava a dar breves pulinhos com o pé, mantendo o corpo em movimento.

Aguardaria o início da luta, e assim que iniciasse, ela ficaria na defensiva, encarando seu oponente com seriedade, estudando seus movimentos.

Agiria no counter ataque. Alexia procuraria bloquear qualquer golpe do homem que viesse em sua direção, protegendo-se com os dois antebraços, abaixando o tronco para proteger seu estômago e centro, no caso de golpes mais baixos em vez de bloquear ela se esquivaria rapidamente ao sentir a aproximação, movendo seus pés em uma troca de postura e recuando apenas para evitar o golpe, voltando-se assim para a sua tática principal que também faria no caso de bloquear os golpes com seu antebraço. Usaria dos seus reflexos musculares aprimorados para proteger-se assim que sentisse sua aproximação, e assim que bloqueasse qualquer golpe em sua transformação especializada de body steal, ou esquivasse, tentaria imediatamente agarrar o homem com uma das mãos, e criando uma explosão muscular com uma das pernas o puxaria na direção do seu joelho, buscando acertá-lo com tudo no estômago, e terminando com um golpe rápido com a outra mão, que desceria pesada em um soco forte na cabeça dele terminando de jogá-lo para baixo.

user posted image
#obs: o chute é no estômago, diferente da imagem.


Conseguindo jogá-lo no chão, não o largaria, tentaria envolvê-lo com as duas mãos passando por baixo dos seus braços, fazendo uma chave de braço e mantendo-o fixo ali com um dos joelhos no centro de suas costas para rendê-lo.

Caso não conseguisse jogá-lo para o chão, não ficaria por perto esperando por mais. Ainda com o movimento corporal dos pulinhos, o circularia esperando por mais, os olhos azuis afiados e atentos. Squall só pretendia mostrar tudo do seu potencial com seu quirk nos últimos rounds, por agora não precisaria da sua transformação completa e de suas técnicas mais intensas.


--------------------
user posted image
Muscle Manipullation
Pristino
Transformação
Post #6471

Leão Rei de Olhos Prateados

... como vocês falam...

20 Anos

jogado por:

Vampsz

criado em:

23/01/2018

posts in-game:

73

Quote POST LINK May 12 2018, 06:08 PM -
O Publico gritava extasiado com a presença de ambos os lutadores na arena, não eram apenas os lutadores, todos ali presentes e sabiam que a primeira fase era apenas uma peneira e que a verdadeira luta começava agora, eles poderiam notar que nas primeiras fileiras estavam alguns mais serio, treinadores, milionários, Magnatas de todas as especies, todos eles tinham algum tipo de interesses em pessoas genuinamente fortes, Tagas também os observava todavia com um interesse mais técnico do que interesse profissional queria aprender nem de que fosse de forma minima as habilidades e quirks de seus adversários, apesar de ter já saber qual a individualidade de cada um, ao menos em registro o que cada individualidade fazia, na pratica elas fariam outra coisa e ele não seria pego despreparado, vantagens que um organizador de pouca ética que pode se antecipar sabendo a capacidade de cada um, coisa que os lutadores não teriam acesso.

Quando Squall tomou sua pose de luta a arena tomou-se pelo silencio arrebatador tomou conta daquele ambiente, seria difícil dizer se foram todos que se calaram ou se fora a ela que se concentrou tanto a ponto de não ouvir ninguém alem de seu adversário, sua analise de jogo estaria correta, defender-se. Seu adversário avança com um salto indo em direção a mesma facilmente notaria que o mesmo ainda não tinha utilizado nada alem de sua capacidade muscular, o avanço foi rápido mas não tanto o quanto ele já tinha mostrado quando se aproximou o suficiente de Squall, Joseph puxou seu braço direito como se fosse disparar uma flecha, a musculatura de suas costas se contrairão, por alguns segundo ele tensionou os músculos da perna firmando-se em frente a ela, a o pose de seus pés estavam idênticas, mostrando claramente que ele era canhoto, o soco vindo pelo lado direito veio rapido como uma flecha, a defesa da jovem estaria perfeita se não fosse pelo movimento que aquele homem realizou, com um sorriso sínico em face ele vibrou seu braço de uma forma intensa que daria a impressão que o braço serpenteava como um chicote a defesa perfeita que receberia o exato impacto não contou com a movimentação bizarra e por não mais que um punho de distancia o braço do homem afundou na defesa, ele tinha um plano.

Assim que seu braço ultrapassou mais ou menos na altura de seu próprio cotovelo, ele dobraria seu antebraço para dentro em sentido ao seu peito, de forma proposital ele ficando ambos cruzados, aproveitando sua força na força bruta tentou puxa-la, que para sua surpresa desceu pouco no quesito força física ela era mais forte, o sorriso sínico sumiu daquele resto, dando lugar ao um semblante mais mais serio, aproveitando a postura semelhante usou seu braço esquerdo que estava livre e vibrando-o como um chicote o lançou contra o rosto de Squall tal ação vinha de uma forma desconexa mudando sua direção a todo momento, assim acertando o impacto no rosto da menina apesar de não ser um impacto que fosse nem mesmo o suficiente para empurrar o rosto dela mais do que alguns centímetro, ela poderia senti-lo

Como uma forma de desafio, ele se manteve próximo para um combate de curta distancia mesmo possuindo menos poder físico que ela, estava provocando-a com aquela postura de que garantiria seu sucesso em suas esquivas de forma despreocupada e de certa forma pretensiosa, seus olhos correram pelo corpo dela em alguns segundo, o risinho sínico voltará a preencher seus lábios e então comentou

- Eu te prometo que se soltar algum gemidinho, eu perco de proposito - Disse ele como forma de deboche
Zodiark
Pristino
Transmissão
Post #6495

Squall

Ser um herói é persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

18 Anos

jogado por:

Alexia

criado em:

26/02/2018

posts in-game:

50

Quote POST LINK May 13 2018, 10:58 AM -


A Busca pela Glória!


Não conseguia ver. Quando o corpo dele vibrava daquela forma, só poderia confiar em seus reflexos musculares. Dois golpes, sentia eles latejarem em sua pele mas não o suficiente para tê-la ferido o suficiente. O seu movimento inicial não funcionava, mas dava para ela uma ótima visão da capacidade do homem. E ele... bom, sabia certamente que mesmo sendo um homem não teria mais força do que ela.

Talvez seu adversário estivesse vendo que ela não estava ali por acaso, já que o sorriso convencido desaparecia dos lábios do lutador ao ter essa perspectiva. Não poderia se segurar muito depois de ver as habilidades dele, ou a luta se alongaria de mais e ela levaria mais danos do que pretendia. Então que assim seja.

"Check it Out."

Assim que ele dava a brecha de ficar tão próximo, Alexia impulsionava-se no chão com a perna esquerda para o lado direito em seus saltos, em uma explosão muscular grande, apenas para acumular a aceleração desta com o impulso que dava com a perna direita agora, somando as duas explosões em um avanço extremamente rápido e potente.

Sua investida era direta com uma sequência rápida de dois na altura da boca do estômago do lutador, afundando seus punhos em um ângulo que não o jogaria para trás, no máximo para cima devido a sua aceleração. E sem esperar a reação dele, deslizava um dos seus pés por entre as pernas de Joseph, girando seu corpo de forma ao seu ombro ficar na lateral do homem e agarrando o braço dele com uma das suas mãos. Terminava o giro puxando todo o corpo dele com aquele movimento para desequilibrá-lo e jogá-lo no chão.

Squall, em meio ao movimento de derrubá-lo, agarrando o braço deste torcia-o de forma a dar uma chave de braços no lutador, descendo o seu joelho agora no centro das costas dele para completar a imobilização.

- E onde estaria a diversão nisso? - Respondia baixo à provocação, sua própria voz baixa e provocativa; um sorriso travesso aparecendo em seu rosto enquanto mantinha-se forçando o movimento.

Notando o padrão de precisão e velocidade dos ataques do homem, a heroína não esperaria mais ele de forma tão simplória como antes. Usava da aceleração que conseguia acumular a cada movimento para se esquivar com movimentos mais largos para fora do alcance do mesmo, sempre se lançando em um ponto cego do homem ou atrás deste. Sua transformação do Steel Body e seus reflexos continuavam apurados para fins defensivos e para que ela pudesse reagir tão ou mais rapidamente que o seu alvo, de forma a conseguir esquivar-se ou reagir no caso de sentir qualquer golpe do homem que começasse a encostar em sua pele.

Em meio à sua investida, não interromperia-se caso ele a acertasse. Forçaria-o de forma bruta para continuar, mas caso ele conseguisse se esquivar efetivamente e a atacasse, Squall usaria dos seus reflexos para conseguir emendar seus golpes quando este se aproximasse - mesmo que fosse os musculares ao sentir o golpe dele encostando em si - agindo rapidamente diretamente em seu movimento de imobilização: agarrando-lhe o braço rapidamente e completando o movimento.

No caso de imobilizado, Squall não hesitaria visto as capacidades de elasticidade que o homem mostrava ter. Tratava-o de forma a focar-se no centro dos músculos dele, afundando os dedos para travá-lo, e sem parar, daria um golpe rápido com uma das mãos na nuca do alvo, com uma precisão de uma artista marcial e a força da heroína para desmaiá-lo.

user posted image


This post has been edited by Alexia: May 13 2018, 10:59 AM

--------------------
user posted image
Muscle Manipullation
Pristino
Transformação
Post #6507
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

OPÇÕES DE TÓPICO
Pages: (2) 1 2 
RESPONDER
NOVO TÓPICO
NOVA ENQUETE


 


 


O Hero Academia RPG é um RPG baseado em Boku no Hero Academia, obra criada por Kōhei Horikoshi. O fórum não possui fins lucrativos.
Custom Structures e buttons por Tigris. Imagens por artistas do Pixiv, Deviantart e Zerochan.